Que tridente- Natália, Capela e Aurélio




Em abril de 1976, a saudosa escritora e poetisa, Natália Correia, deslocou-se a São Miguel, sua terra natal. E, por coincidência, viajou conjuntamente com as caravanas do Benfica e do Sporting que vieram participar na inauguração do então denominado Estádio Municipal (hoje é Estádio de São Miguel). No desembarque, desde a aeronave até ao terminal, veio acompanhada pelo fotógrafo António Capela (RIP) que trazia vestido um enorme capote. Como já conhecia o Capela, desde 1972 quando veio à Terceira acompanhando o Sporting que participou nas "Bodas de Ouro" do Lusitânia, disse-lhe: "Deves estar equivocado, isto aqui não é a Sibéria". A Natália riu que se fartou, mais o Aurélio Márcio (RIP), meu colega de A Bola que o aguardava para combinarmos serviço. Natália Correia, António Capela e Aurélio Márcio, três vultos já falecidos, mas sempre presentes na nossa memória.  E foi um prazer conviver com estes três enormes vultos. Com o Aurélio Márcio trabalhando no Sporting-Benfica em São Miguel e numa digressão do Sporting à Terceira em 1972, nas Bodas de Ouro do Lusitânia. O António Capela Capela em ambas as digressões (Terceira 1972 e São Miguel 1976) também presente, trabalhando para o Record e de colaboração com A Bola. 

Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Atualmente com site próprio (http://jornalistacarlosalbertoalves.blogspot.com) e contribuidor diário no Portal Splish Splash e no site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. jornalistaalves@bol.com.br

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário