No Dia da Amazônia, Natura promove ação para manter floresta viva

 
Empresa ressalta a importância de buscar um modelo de desenvolvimento mais inclusivo e sustentável para manter a floresta em pé
 

Diante das crescentes ameaças à conservação da floresta amazônica, a Natura promoverá, entre os dias 5 e 21 do mês de setembro, uma ação no Rede Natura, a loja online da marca. A cada compra realizada com o cupom FLORESTAVIVA, a Natura doará R$ 1 para o projeto “Mulheres Guerreiras da Amazônia”, uma iniciativa da Consultora de Beleza Natura Maria das Graças, que dá apoio à comunidade local em assuntos como empreendedorismo e educação. O projeto também desenvolve produtos artesanais com galhos e folhas que caem das árvores. Dessa forma, a Natura procura reafirmar seu compromisso com o fomento de práticas sustentáveis para preservar a região e toda a sua biodiversidade.

Essa é uma das várias ações que a Natura adota para contribuir com a conservação da maior floresta tropical do mundo. Esse compromisso nasceu há dezessete anos, quando a empresa tomou uma das mais importantes decisões de sua história: incorporar ativos da biodiversidade brasileira na fabricação de seus produtos, unindo ciência e conhecimento tradicional de comunidades agroextrativistas, com geração de oportunidades de trabalho e renda.

Hoje, são mais de 2 mil famílias beneficiadas, em um trabalho que já contribuiu para a conservação de 257 mil hectares de floresta em pé. Para ampliar a atuação da empresa na região, a Natura lançou há seis anos o Programa Amazônia, que procura fomentar um novo modelo de desenvolvimento na região, mais inclusivo e sustentável. No primeiro semestre deste ano, o programa alcançou a marca de R$ 1 bilhão em volume de negócios na região.

“O Programa Amazônia nasceu a partir da crença de que o investimento em pesquisa e inovação é uma das principais iniciativas capazes de potencializar a diversidade amazônica e tornar a região um grande polo mundial de tecnologia e negócios sustentáveis. Por meio do Programa Amazônia, mostramos ainda que é possível atuar na região por meio de um modelo de negócios sustentável, que prioriza a floresta em pé”, afirma Luciana Villa Nova, gerente de Sustentabilidade da Natura.

Para a empresa, a instabilidade legislativa em relação à Amazônia é extremamente preocupante. O decreto presidencial que previa a extinção da Renca - uma reserva nacional de mais de 47 mil quilômetros quadrados -, significaria imenso atraso para as políticas ambientais do país, ao tratar com pesos diferentes e contraditórios o desenvolvimento econômico e a proteção ambiental, a partir de uma preocupação de curto prazo com geração de receitas e divisas em desfavor do cuidado necessário ao patrimônio coletivo. A medida coloca em risco ainda diversas áreas preservadas, populações tradicionais, indígenas e ribeirinhas, que poderiam sofrer efeitos indiretos do desmatamento além de expressivo aumento de violência.

Não podemos ficar inertes em relação ao assunto. Em busca de diálogo sobre essas questões urgentes, Natura e Sustainable Brands convidam para a arena Good Amazon, um espaço de discussão e encaminhamento de questões relevantes para a região. A conversa acontecerá no Activation Hub do Sustainable Brands 2017, no dia 18 de setembro. Mais informações podem ser encontradas em: http://events.sustainablebrands.com/sb17saopaulo/pt/ 

Sobre a Natura
Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza. Líder no setor de venda direta no Brasil, registrou R$ 7,9 bilhões de receita líquida em 2016, possui mais de 7 mil colaboradores, 1,8 milhão de consultoras e operações nos EUA, França, Chile, México, Peru, Colômbia e Argentina. Foi a primeira companhia de
capital aberto a receber a certificação B Corp no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. A estrutura da companhia é composta por fábricas em Cajamar (SP) e Benevides (PA), oito centros de distribuição no Brasil, um hub logístico em Itupeva (SP) e centros de Pesquisa e Tecnologia em São Paulo (SP) e Nova York (EUA). Detém o controle da fabricante australiana de cosméticos Aesop, com lojas em países da Oceania, Ásia, Europa e América do Norte. Produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as consultoras Natura, pela Rede Natura rede.natura.net, por meio do app Natura ou em lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Paris e Nova York. Para mais informações sobre a empresa, visite www.natura.com.br e confira os seus perfis nas seguintes redes sociais: LinkedIn, Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.

Natura nos EUA http://www.naturabrasil.com/
Natura na França https://www.naturabrasil.fr/fr
Natura na Argentina http://naturacosmeticos.com.ar
Natura no Chile http://natura.cl 

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário