Programação da TV Brasil para quarta-feira, dia 2 de agosto


 
 Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

No Sem Censura de quarta (2), o ator, dramaturgo e diretor teatral Nelson Baskerville conversa sobre "Luis Antonio-Gabriela”, peça que lhe rendeu o Prêmio Shell 2010 por melhor direção.

Baskerville volta a montar a peça, cujo enredo é a vida de seu irmão, Luis Antônio, que se descobriu homossexual na conservadora e preconceituosa Santos (SP) dos anos 1960. Em 1983, Luis Antônio fugiu e desapareceu. Somente três décadas depois, a família soube que vivia na Espanha e adotara um novo nome: Gabriela. O drama revê os problemas pelos quais passaram Gabriela e todos os membros da família.


Ainda no programa de quarta, a jornalista Katy Navarro conversa com o médico Ricardo Mourilhe Rocha, diretor científico Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro. Ele explica o papel da cardiologia no tratamento contra o câncer.

A dramaturga Marcia Zanelatto dá detalhes da “Ocupação Rio Diversidade”, que está de volta ao Rio de Janeiro, agora no Teatro Ipanema. O espetáculo é composto por quatro peças, cada uma com duração de 20 minutos, sobre diversidade sexual e identidade de gênero.

A violinista Daiana Mazza, integrante do Tritony ao lado Lara Salustiano e Ana Catto, leva sua música ao Sem Censura. O trio feminino faz releituras de clássicos da música mundial e pop hits no violino.

SERVIÇO:
Sem Censura
Quarta-feira, dia 2 de agosto, às 17h, na TV Brasil.

Ao ar pela TV Brasil na quarta (2), documentário “Cinderelas, lobos e um príncipe encantado” investiga o tráfico de pessoas e exploração sexual infantil.


Filme do cineasta Joel Zito Araújo denuncia que cerca de 900 mil pessoas são traficadas pelas fronteiras do Brasil a cada ano, exclusivamente para exploração sexual. Crianças vítimas de abusos sexuais alcançam a marca de 1,8 milhão no mundo.

Apesar de todos os perigos, jovens brasileiras acreditam que vão mudar de vida e sonham com o seu “príncipe encantado” ao entrar no mundo do turismo sexual.


O diretor Joel Zito Araújo viaja pelo nordeste brasileiro e pela Europa, a fim entender o imaginário sexual, racial e de status das jovens “Cinderelas” do sul e dos “lobos” do norte.


O filme conquistou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Diretor na votação do público do Festival Ibero-americano de Sergipe (Curta-SE 9). No Festival de Brasília, ganhou Menção Honrosa, mesmo reconhecimento oferecido pelo Júri da Mostra Vidas na Tela de Natal, e foi considerado o Melhor Documentário também na votação do público.

104 min. Ano: 2008. Gênero: documentário. Direção: Joel Zito Araújo.

Serviço:
“Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado” (documentário)
Quarta-feira, 2 de agosto, às 23h, na TV Brasil.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário