Music Video Festival lota o Mis e premia mais Videoclipes



                                                                                                                               
Alda jesus
Portal Splish Splash

Celebrando mais uma vez a arte do videoclipe em sua quinta edição, o Music Video Festival lotou o MIS com 4500 pessoas no último final de semana, com uma programação que agradou público, convidados e artistas. Com participação de Kafé, Iza, Rico Dalasam, ABC Love, Cinnamon Tapes, Marrakesh, Cypher Kidz, Luccas Carlos, Black Alien, Marcelo D2, a americana Kilo Kish e o diretor espanhol AG Rojas, o público curtiu shows, assistiu a estreias de videoclipes em tela de cinema, discutiu a produção atual de videoclipes e ainda premiou os diretores e clipes destaques do ano.

Este ano, o m-v-f- incentivou a produção de videoclipes que estrearam no festival, como “360” do Kafé, e “Internet” do Cypher Kidz, que em breve estarão disponíveis nas redes sociais.

O m-v-f- awards 2017 recebeu mais de 400 inscrições de clipes nacionais e internacionais, selecionou 30 finalistas que foram exibidos no auditório do MIS e aumentou as categorias para 7 prêmios.

* Melhor Videoclipe de Inovação – escolha do júri para Andrew Thomas Huang, com “Family”, de Björk:  https://www.youtube.com/watch?v=wMCOCvrFJgw

* Videoclipe Revelação Internacional – escolha do júri para Oscar Hudson, com “No Reason”, de Bonobo:  https://www.youtube.com/watch?v=ebzEEEdjHj0

* Videoclipe Revelação Nacional – escolha do júri para Francisco Franco, com “Vida Sem Sentido”, de Filipe Alvim:  https://www.youtube.com/watch?v=k1cSpZQfdyc&

* Melhor Direção em Videoclipe Internacional – escolha do júri para The Blaze, com “Territory”:  https://www.youtube.com/watch?v=54fea7wuV6s

* Melhor Direção em Videoclipe Internacional – escolha do público para Mark Romanek, com “The Story of O.J.”, de JayZ: https://www.youtube.com/watch?v=RM7lw0Ovzq0

* Melhor Direção em Videoclipe Nacional – escolha do júri para Angela Carne Osso, com “Gasolina”, de Teto Preto:  https://www.youtube.com/watch?v=k0XzDN-Gv3A

* Melhor Direção em Videoclipe Nacional – escolha do público para Alexandre Viana, com “Não É Bem Assim”, de Cupin:  https://www.youtube.com/watch?v=P8DztiTpL-8&

O júri deste ano contou com a participação de AG Rojas, Erika Palomino, Fernando Del Reginato e Thiago Pethit.

O m-v-f- 2017 tem patrocínio da Oi, apoio cultural da Oi Futuro e MIS, apoio TNT, mídia oficial UOL, promoção MTV, parceria da Balaclava, Cabify e Prototype, e realização do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, Governo de Estado de São Paulo e Cinnamon Comunicação. Confira mais informações em  www.musicvideofestival.com.br.

SOBRE O MUSIC VIDEO FESTIVAL (m-v-f-)

O m-v-f- é um festival multilinguagens internacional em sua quinta edição que trata o videoclipe em seu formato de arte audiovisual. Sua programação abrange exposições/instalações sobre o tema, além de mostras com o que existe de mais recente na produção mundial de videoclipes, conteúdos audiovisuais inéditos, debates com convidados nacionais e internacionais, premiações e incentivo a novos talentos. Sempre com olhar apurado para a estética audiovisual, em suas quatro edições, o music video festival já reuniu mais de 30 mil pessoas, premiou 16 videoclipes, recebeu mais de 20 profissionais nacionais e internacionais da área e produziu cinco videoclipes profissionais com novos talentos na direção.

SOBRE O MIS

O Museu da Imagem e do Som, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, foi inaugurado em 1970. Seu acervo conta com mais de 200 mil itens como fotografias, filmes, vídeos e cartazes. Hoje é um dos espaços culturais mais vivos do país. Além de exposições de sucesso, como Stanley Kubrick, David Bowie, Castelo Rá-Tim-Bum, O mundo de Tim Burton e Silvio Santos vem aí o MIS possui uma programação cultural diversificada, com eventos em todas as áreas e para todos os públicos: cinema, dança, teatro, música, fotografia e vídeo estão presentes no dia a dia do museu.

SOBRE O OI FUTURO

O Oi Futuro promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas e da sociedade. Com a atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar. O NAVE (Núcleo Avançado em Educação) forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. O programa, desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado. Além de obter formação voltada para a indústria criativa e digital, os estudantes do NAVE são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

Na área Cultural, o instituto atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital. O Oi Futuro mantém um centro cultural no Rio de Janeiro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, além da gestão do Museu das Telecomunicações e de sua Reserva Técnica, pioneiro no uso da interatividade no Brasil. O Instituto também realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público.

Na Inovação Social, o Oi Futuro viabiliza projetos empreendedores inovadores que trazem propostas para solucionar desafios atuais das cidades, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade. O Oi Futuro também aposta em projetos esportivos que conectem pessoas e promovam a inclusão e a cidadania.
alda jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário