Mundo digital pode e deve ser um aliado da leitura infantil


Seguindo a tendência, a Fundação Educar DPaschoal mantém uma Biblioteca Online e lançou recentemente um app para leitura de seus títulos; saiba como acessar

                                                                                                                               
Alda jesus
Portal Splish Splash

O reinicio do período letivo é ideal para a criação de novos hábitos e rotinas com os pequenos. Manter ou resgatar atividades que promovam a leitura em casa pode ser uma boa ideia. Além de estimular a associação do mundo imaginário a situações vividas cotidianamente, esse importante hábito tem o poder de desenvolver sentimentos, estimular a criatividade e ampliar o vocabulário. Também pode ajudar com a escrita, capacidade de aprendizado, desempenho escolar e formação do pensamento crítico.

O universo digital, no entanto, pode ser um empecilho: por ser tão rico em formas de entretenimento para todas as faixas etárias – inclusive a infantil –, tende a concorrer com os bons e velhos livros. Mas não precisa ser assim. A Fundação Educar, por exemplo, está buscando se adaptar e irá migrar muitos de seus títulos infantojuvenis para uma Biblioteca Online. A instituição é o investimento social privado da Companhia DPaschoal e também lançou recentemente um aplicativo para smartphone, que reúne algumas das histórias, inclusive com opção em áudio.

“Nosso material é educativo e os temas são relacionados a cidadania, ética, hábitos saudáveis e vida em sociedade. Nosso principal público é o de crianças e jovens em idade escolar, que geralmente têm difícil acesso a livros”, explica a analista de comunicação da Fundação, Eduarda Robeldo. “Disponibilizá-los num ambiente digital, além de representar uma importante adaptação da instituição, aumenta exponencialmente o nosso alcance, o que é incrível.”

O aplicativo da Fundação Educar também é novidade. Disponível a princípio somente para o sistema operacional Android, o app Leia Comigo! já conta com cinco histórias infantis, nas quais o leitor é, no final, convidado a responder quizzes que podem somar pontos. A novidade poderá, em breve, incluir e beneficiar ainda mais pequenos. “Temos relatos de educadores e pais que já notaram mudanças reais em crianças que tiveram contato com os nossos títulos, sejam físicos ou no universo digital. As ilustrações, linguagem simples e maneira lúdica de falar sobre assuntos sérios amplia a compreensão desses jovens. Os ajuda a aprender, sempre de um jeito leve e divertido”, finaliza Eduarda.

Sobre a Fundação Educar
Criada em 1989, a Educar acredita na educação para a cidadania como estratégia de transformação social gerando valor compartilhado nas comunidades do Brasil. Para que a cidadania plena seja exercida é preciso garantir que as pessoas se reconheçam como protagonistas de suas vidas e de suas comunidades e desenvolvam a capacidade de interpretar o mundo através da leitura. Desde o ano 2000, por meio do projeto “Leia Comigo!”, já foram doados mais de 38 milhões de exemplares de livros em todo o país. Saiba mais em www.educardpaschoal.org.br.

Sobre a DPaschoal
A DPaschoal é uma empresa brasileira que atua desde 1949 na prestação de serviços automotivos especializados. Possui mais de 160 lojas próprias e 800 credenciados distribuídas pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás. Para o segmento de veículos agrícolas e caminhões, a DPaschoal conta com 10 unidades de recapagem e 21 Truck Centers. A empresa fornece pneus, serviços e acessórios para veículos de passeio, caminhões, ônibus, tratores, máquinas agrícolas e industriais. A Cia, DPaschoal compreende também as empresas DPK, Rede Auto Z, Maxxi Training e Daterra, além da Fundação Educar. Saiba mais em www.dpaschoal.com.br.
alda jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário