Literatura mostra a necessidade de desapego do que é supérfluo


O livro Os Magos, de J.W. Rochester, demonstra a importância do indivíduo se curar de sentimentos ruins, dos apegos materiais e relacionamentos tóxicos

                                                                                              
Alda jesus
Portal Splish Splash

A editora Boa Nova lança Os Magos, de J.W. Rochester, um romance que expõe as fraquezas dos seres humanos, em que os personagens passam por diversas provações durante uma jornada.

Ditada por J.W. Rochester, a obra faz parte de uma série de cinco volumes: livro 1 - O elixir da longa vida; livro 2 - Os magos; livro 3 - A ira divina; livro 4 - A morte do planeta; e por fim, livro 5 - Os legisladores.

A mensagem traz a importância das pessoas se desapegarem do que é supérfluo, de relações tóxicas, e começarem a trazer para si os sentimentos importantes e as ações necessárias na vida para conseguir alcançar a evolução.

Os séculos vão passando, saturando aos poucos as nossas almas; nós perdemos a genuína alegria de viver; a dúvida torturante e o futuro infinito vão minando dolorosamente os nossos nervos. Assim, é bem justo que nos cerque e que torne menos penoso o nosso surpreendente destino esta beleza natural, da qual nunca nos fartamos.

Obra de gênero romancista, mostra muitos sentimentos a serem curados, como ira, paixões doentias, luxo, orgulho, etc., ou seja, são expostas as mais comuns fraquezas do ser humano, com uma intensa interferência do espírito que sobrepõe estes sofrimentos. Neste sentido, a história trata-se de uma batalha íntima em que a espiritualidade e a magia auxiliam na evolução do homem.

Ficha Técnica:
Tradutor: Dimitry Suhogusoff
Gênero: Romance
Formato: 16x23 cm
Páginas: 272
Preço de capa: R$ 35,90
ISBN: 978-85-8353-081-7
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário