Cantor e compositor pernambucano Otto é convidado do “Segue o Som”, ao ar pela TV Brasil


 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash


Às 14h de sábado, dia 19, o programa “Segue ao Som” recebe o cantor Otto, ex-percussionista das bandas Nação Zumbi e do Mundo Livre S/A.

“Tem dias que eu acordo e dou uma vibrada: ‘cara, virei cantor!’ Sempre busquei contato com meu público, faço as redes sociais de forma direta”, comenta Otto a respeito do entusiasmo juvenil que preserva mesmo com mais de 20 anos de carreira.

Em 1989, Otto saiu de seu Pernambuco natal com 170 reais no bolso para passar dois anos na França tocando percussão nas ruas e no metrô de Paris. Na volta, depois de uma temporada no Rio de Janeiro, Otto rumou para o Recife, onde conheceu duas pontas de lança do movimento manguebeat: Chico Science e Fred Zero Quatro. “Acho que voltei na hora certa, o mundo tava dando uma girada boa, tinha o grunge em Seattle, Kassin aqui no Rio, teve essa geração dos anos 90 que mudou. E em Recife a gente tinha a aldeia da gente e a gente queria ir pro mundo.”


Para compor, Otto revela que recorre a passagens literárias, cenas de filmes, situações cotidianas. Para ele, a inspiração do sofrimento é uma maravilha e foi a motivação do álbum “Sem Gravidade”, que gravou na época em que seu casamento com a atriz Alessandra Negrini chegava ao fim.

Por fim, o cantor cita suas grandes referências na MPB, como Alceu Valença, Belchior, Caetano Veloso, Luiz Gonzaga, Paulinho da Viola, Martinho da Vila.

SERVIÇO:

“Segue o Som” – Otto
Sábado, 19 de agosto, às 14h, na TV Brasil.


No sábado (19), o grupo Blues Etílicos leva seu som ao programa “Todas as Bossas”, que vai ao ar pela TV Brasil às 21h30.
 

Formado por Flávio Guimarães (gaita), Greg Wilson (guitarra e voz), Otávio Rocha (guitarra), Pedro Strasser (bateria) e Cláudio Bedran (baixo), a banda Blues Etílicos se apresenta com exclusividade no programa “Todas as Bossas”, que a TV Brasil exibe na noite de sábado.


O grupo não só interpreta composições próprias, tais como "What's on your mind", "Dromedário", "Louco da Cidade", "Pelicano" e "Mateus foi ao Circo", mas clássicos do blues americano (como "Walking Blues", de Muddy Waters) e da MPB (como "Espelho Cristalino", de Alceu Valença).


Com 32 anos de estrada, o Blues Etílicos está entre as bandas com mais tempo de atividade no blues nacional e desempenhou um papel importante na formação de público para esse ritmo no Brasil.

Com apresentação de Karina Cardoso, o “Todas as Bossas” vai ao ar todo sábado, às 21h30, e traz uma apresentação inédita e exclusiva de ícones da música brasileira.

SERVIÇO:

Todas as Bossas – Blues Etílicos
Sábado, 19 de agosto, às 21h30, na TV Brasil.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário