Aliança Navegação e Logística doa contêiner para a Marinha do Brasil em Manaus


                                                                                                                                 
Alda Jesus
Portal Splish Splash

Manaus, agosto de 2017 – A Aliança Navegação e Logística, líder em cabotagem no Brasil, realizou a entrega, em Manaus, de um contêiner de 20 pés para o Comando Naval da Amazônia Ocidental do 9º Distrito Naval, que engloba os Estados do Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre, onde atuam nove organizações militares diretamente subordinadas - Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, Comando da Flotilha do Amazonas, Estação Naval do Rio Negro, Batalhão de Operações Ribeirinhas, Centro de Intendência da Marinha em Manaus, Capitania Fluvial de Tabatinga, o 3º Esquadrão de Helicópteros d e Emprego Geral, Policlínica Naval de Manaus e o Serviço de Sinalização Náutica do Noroeste.

Atualmente, as instalações da Marinha do Brasil em Manaus estão em uma área tombada como patrimônio histórico pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), não podendo realizar modificações ou construir novos compartimentos. Como havia uma grande necessidade por mais espaços para armazenamento de materiais e equipamentos, a Aliança, que tem um departamento específico para avaliação da doação de contêineres (Equipment Logistics - Container Sale), chegou à conclusão da importância de contribuir com a instituição.

“Esperamos que o contêiner possa ampliar os espaços necessários pela Marinha do Brasil em Manaus, de forma que possa disponibilizar os equipamentos imprescindíveis ao trabalho em espaços maiores, facilitando o trabalho das equipes que atuam no Comando Naval da Amazônia”, ressalta Otávio Cabral, gerente da Aliança Navegação e Logística na região Norte.

A Aliança Navegação e Logística possui um programa de responsabilidade social, que inclui a doação de contêineres para projetos importantes em várias localidades. Este ano, a empresa promoveu durante a Intermodal um uma ação para selecionar o projeto que, segundo os visitantes do evento, deveria receber um contêiner como doação. Em Manaus, a Aliança doou um contêiner para a implementação de uma biblioteca pública em espaço arborizado no Conjunto João Bosco. Totalmente adaptado, o contêiner conta com 7.000 exemplares de livros disponíveis para a população.

Outra doação recente foi realizada para o Grupo de Apoio à Prevenção da AIDS, GAPA, em Santa Catarina. O objetivo é utilizar o contêiner como apoio para os materiais de conscientização e prevenção à doença. Por ano, são 12 mil pessoas atendidas, contando os serviços prestados na sede, nas comunidades e palestras sobre prevenção. O GAPA se mantém exclusivamente através de doações.

Sobre a Aliança Navegação e Logística
A Aliança Navegação e Logística foi fundada em 1950 por Carl Fisher. Em 1998, a empresa foi adquirida pelo Grupo Oetker, também proprietário da Hamburg Süd. Em 1999, a Aliança retomou o transporte de cabotagem no Brasil, que até então era subutilizado.

Entre 2013 e 2014, a Aliança reestruturou sua frota de cabotagem com um investimento de R$ 700 milhões na compra de 6 navios porta-contêineres com capacidades que variam de 3.800 TEUs a 4.800 TEUs. Atualmente, a empresa conta com 11 navios em operação no serviço, com amplo atendimento em 15 portos de Buenos Aires até Manaus, e um total de 104 escalas mensais.

A Aliança é market leader na cabotagem e possui uma carteira de clientes que vai do arroz ao zinco, com grandes, pequenas e médias empresas e em praticamente todos os segmentos do mercado, com destaque cada vez maior para os segmentos de bens de consumo duráveis. No ano passado, a cabotagem cresceu 7% em relação a 2015 e a expectativa para este ano é manter o ritmo de crescimento. Em 2016 foram movimentados 210 mil TEUs, o que significa um incremento de 15 mil TEUs em relação ao ano anterior. 

A empresa tem forte atuação no mercado externo, com 25 navios porta-contêineres que fazem a rota internacional, distribuídos em 9 serviços. Além disso, oferece o transporte de granéis (fertilizantes, grãos e minérios), onde são utilizados 8 navios com capacidade que vão de 38 mil toneladas a 45 mil toneladas.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário