Cursos de medicina e veterinária trocam cadáveres por simulador 3D e modelos sintéticos em aulas de anatomia


Tecnologia da startup brasileira Csanmek já é utilizada em 30 faculdades brasileiras
 
 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash


São Paulo, julho de 2017 –  As faculdades de medicina e veterinária no Brasil seguem a tendência mundial de eliminar o sacrifício animal e o uso de cadáveres em salas de aula. O País conta com cerca de 30 instituições de ensino que trocaram os métodos tradicionais por simuladores 3D e modelos sintéticos nas aulas de anatomia e estudos clínicos.

Trata-se da Plataforma Multidisciplinar 3D desenvolvida pela startup brasileira Csanmek, que funciona como uma mesa que exibe modelos tridimensionais altamente detalhados e anatomicamente corretos de todos os sistemas do corpo humano e canino.

As instituições também utilizam modelos sintéticos (humano e canino) para simulações cirúrgicas e treinamentos de habilidades. Os protótipos, que custam entre R$ 200 mil e R$ 700 mil, são capazes de ter reações físicas e até mesmo sangrar durante uma cirurgia, podendo também serem cortados e suturados.

Os modelos são desenvolvidos com textura e densidade similar às estruturas anatômicas reais e contêm todos os sistemas e órgãos do ser humano e do cachorro, permitindo a realização de cirurgias, dissecações, entubações e demais procedimentos médicos e veterinários.
 
O simulador 3D conta com ferramenta de integração entre hospitais e salas de aula e oferece aos alunos a possibilidade de estudar casos clínicos e exames reais de pacientes.

Entre as instituições que possuem a tecnologia estão a Faculdade das Américas, a Universidade de de São Caetano do Sul (USCS), a São Leopoldo Mandic, no Rio de Janeiro, a Faculdade Guanambi, na Bahia, e a Faculdade Claretiano, entre outras.

Segundo o fundador da Csanmek, Claudio Santana, a solução foi desenvolvida por uma equipe amplamente qualificada, com décadas de experiência em diagnósticos e imagens médicas. "Apesar de ser um equipamento para educação, a plataforma 3D também é utilizada por médicos e profissionais da saúde no dia a dia, para melhorar o aprendizado e compreensão das estruturas anatômicas reais e modeladas", comenta Santana.

Sobre a Csanmek (http://www.csanmek.com)
A CSANMEK é uma empresa brasileira que surgiu com a missão de ser referência em novas tecnologias de simulação, para auxiliar as técnicas educacionais no uso das metodologias ativas. Desenvolve ferramentas e projetos educacionais para suporte aos docentes e discentes, visando melhor qualificação para futuros profissionais das diversas áreas da saúde. Com dois anos no mercado, a empresa atua no desenvolvimento de soluções para atender as necessidades das instituições de ensino, trazendo sempre o que há de melhor no mercado mundial.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário