Sou português, sou diferente







Por: Armindo Guimarães
Facebook

No dia 10 de Junho, comemora-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Neste dia, celebra-se também a Língua Portuguesa que em 5 de maio de cada ano é comemorada entre os países lusófonos.

Celebrado pelos milhões de luso-descendentes espalhados pelo mundo e também pelos cerca de 5 milhões de emigrantes portugueses que vivem fora de Portugal, as comemorações oficiais sempre se realizavam em Portugal, até que em 2016 Paris foi eleita a cidade para as celebrações desse ano. Para 2017 foram eleitas as cidades do Porto (Portugal) e Rio de Janeiro e São Paulo (Brasil), onde estarão presentes o primeiro-ministro e o Presidente da República de Portugal, respetivamente, António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao contrário de muitos países que selecionaram como seu Dia uma data histórica relacionada com uma batalha, independência ou outro evento análogo, Portugal elegeu o dia da morte de um poeta, no caso, Luís Vaz de Camões (1524-1580), o grande Poeta do Renascimento e Classicismo português e autor do famoso épico “Os Lusíadas”, exaltando a viagem de Vasco da Gama à Índia e a aventura dos portugueses desde a fundação da nação.

Camões é também nome de prémio literário que este ano foi atribuído ao poeta e romancista Manuel Alegre, que se torna assim, aos 81 anos, o 29.º autor (e o 12.º português) a receber a mais importante consagração literária da língua portuguesa. Manuel Alegre foi escolhido por um júri que integrou as ensaístas portuguesas Maria João Reynaud e Paula Morão, os académicos brasileiros José Luís Jobim de Salles Fonseca e Leyla Perrone Moisés, o poeta cabo-verdiano Jose Luiz Tavares e o especialista moçambicano em literaturas africanas Lourenço do Rosário.

O luso-brasileiro Portal Splish Splash, felicita Manuel Alegre e junta-se às comemorações do o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, também com um poeta contemporâneo, que, qual Camões, há mais de 48 anos que canta a Praia portuguesa, o Alto Mar, o Porto Antigo, a Noite, a Lua, Viriato, a Menina dos olhos d’água, o Jardim de Poetas, enfim, o Poeta-Trovador Pedro Barroso, autor de “Sou português, sou diferente”, de que juntamos um vídeo.

Pedro Barroso – Sou português, sou diferente

Compartilhar Google Plus
    Comentários

5 comentários :

  1. Parabéns Portugal, parabéns maninho pelo lindo texto, parabéns a todos portugueses. Parabéns a nós brasileiros que este ano estamos juntos nesta data de tão grande significado.Lindo vídeo! Bjs

    ResponderEliminar
  2. Meu querido Armindo!
    Muito me emocionei com este conjunto fantástico, o belo texto acompanhado do maravilhoso vídeo com imagens que tocam a alma e não bastando isso, ainda o nosso grande poeta trovador Pedro Barroso a cantar a linda canção, “Sou português, sou diferente”.
    Parabéns Armindo, ficou sensacional!
    Nós brasucas nos sentimos honrados e felizes em poder festejar esta data tão importante juntamente com os irmãos portugueses.
    Parabéns Portugal!
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado a todos vós pela lembrança deste grande cantautor. O dia de Portugal é abrangente e abarca os quatro cantos do Mundo.Abraço irmão.

      Eliminar
    2. Amigo Albano Laranjeira, já tínhamos no plater de Música Portuguesa que está neste momento no ar, algumas músicas do nosso Poeta-Trovador, mas achei que eram poucas para tanta grandeza e por isso estive no Youtube a recolher mais algumas, ficando muito impressionado ao verificar que a esmagadora maioria dos vídeos das músicas do Pedro Barroso são seus e excelentemente gravados. Parabéns e obrigado pela sua participação. Abraço.

      Eliminar
  3. Depois de há dois anos nos Estados Unidos, os Veteranos do Lusitânia estão em Toronto-Canadá com o mesmo fim, ou seja, a comemoração do 10 de junho junto da Comunidade Portuguesa, Recordo que a minha última visita ao Canadá foi exatamente acompanhando este grupo de ex-atletas do Sport Club Lusitânia.
    Também, e com reportagem que coloquei no Splish Splash em tempos idos, participei em dois 10 de junho nos Estados Unidos e Canadá, a convite da Comissão das Comunidades com sede em Lisboa. É um dia muito especial para todos nós portugueses, sobretudo os emigrados.

    ResponderEliminar