“Exodus”, produzido pela O2 Filmes, será exibido sábado na Cinemateca

Cena de “Exodus” narrado por Wagner Moura

Filmagens duraram dois anos e passaram por diversos países como Sudão do Sul, Argélia, Congo, Mianmar, Cuba, Alemanha e Brasil; entrada é gratuita 

Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

Porto Alegre, junho de 2017 – O documentário “Exodus - De onde eu vim não existe mais”, produzido pela O2 Filmes, será exibido gratuitamente neste sábado, 10 de junho,  às 19h, na Cinemateca Paulo Amorim, que pertence à Casa de Cultura Mário Quintana. O filme faz parte da mostra internacional de cinema “Olhares sobre o Refúgio”, promovida pelo ACNUR (Agência da ONU para Refugiados) e seus parceiros, entre eles a O2 Filmes, como parte das celebrações em torno do Dia Mundial do Refugiado (20 de junho). A produção da O2 Filmes, narrada por Wagner Moura, tem roteiro e direção de Hank Levine (produtor de “Lixo Extraordinário” e “Praia do Futuro”, entre outros), a  produção é de Fernando Sapelli e Fernando Meirelles (“Cidade de Deus”). 

"Exodus" conta a incrível história de pessoas de diferentes partes do mundo que foram forçadas a deixar seus lares e construir suas vidas sob novas e desafiadoras circunstâncias. Napuli, uma ativista política, teve de deixar o Sudão do Sul através da Uganda até a Alemanha, onde está lutando por seus direitos de permanecer ali. Tarcha nasceu no Saara Ocidental e teve que fugir para a Argélia, em 1975, devido à invasão dos Marrocos, indo viver desde então em campos de refugiados. Nascida na Síria, Dana chegou ao Brasil via Turquia e está desesperada para poder reunir sua família no Canadá; e Nizar, um Sírio-Palestino, na sua jornada do Brasil, via Cuba, à Europa, onde ele espera receber refúgio e levar sua família. Bruno, de Togo, levou nove anos em campos na Alemanha, até ser finalmente legalizado e passar a ajudar outros refugiados desde então. Lahtow e Mahka, de Kachin, Mianmar, tiveram que deixar suas casas devido a conflitos militares; ainda que no meio de uma zona de guerra, Mahka enfrenta o perigo para visitar seu lar abandonado. As histórias dos protagonistas de “Exodus” são contadas em paralelo e não em episódios, retratando o desenvolvimento de seus destinos através do período de dois anos de filmagens. O documentário conta com a distribuição da Paris Filmes e co-distribuição da O2 Play.

”Exodus” foi realizado em coprodução com a Alemanha. As filmagens passaram por diversos países como Sudão do Sul, Argélia, Congo, Mianmar, Cuba, Brasil e Alemanha. 

Exodus - De onde vim não existe mais

Mostra Internacional de Cinema “Olhares sobre o Refúgio”

Cinemateca Paulo Amorim - rua dos Andradas, 736, Centro

Sábado, 10 de junho, às 19 horas

Gratuito

Ficha Técnica
Exodus - De onde vim não existe mais
Brasil, Alemanha | 2016 | Documentário | 105 min. 
Direção e roteiro: Hank Levine
Produção: Fernando Meirelles, Andrea Barata Ribeiro, Bel Berlinck, Fernando Sapelli e Hank Levine 
Narração: Wagner Moura e Jule Böwe
Gênero: Documentário
Coprodução - O2 Cinema, Hank Levine Films, Globo Filmes e GloboNews
Distribuição –Paris Filmes e co-distribuição O2 Play

Sobre a distribuidora O2 Play

Distribuidora digital, a O2 Play é dirigida por Igor Kupstas sob a tutela de Paulo Morelli, sócio da O2 Filmes, e faz parte do grupo O2. Em atividade desde 2013, a O2 Play lançou em cinema filmes como CIDADE CINZA, da Sala 12, com os grafiteiros Os Gêmeos, LATITUDES, com Alice Braga e Daniel de Oliveira, JUNHO - O MÊS QUE ABALOU O BRASIL, da Folha de S.Paulo, A LEI DA ÁGUA, de André D’Elia com produção de Fernando Meirelles, A BRUTA FLOR DO QUERER, vencedor de 2 prêmios em Gramado, e ENTRE NÓS, A NOITE DA VIRADA e ZOOM, estes de produção da O2 Filmes em co-distribuição com a Paris Filmes.

A O2 Play é um agregador de iTunes, Google Play, Netflix, Now e outras plataformas de VOD, e realiza a distribuição digital e encoding para dezenas de títulos e séries, além de vendas para TV e mercado internacional. A O2 Play teve seis longas escolhidos pela Apple como "Os Melhores Filmes do Ano” entre 2014 e 2015

O2 Filmes

Atualmente, a O2 Filmes é a maior produtora do Brasil. No mercado desde 1991, a O2 trabalha com as principais agências brasileiras e presta serviços de produção para o mercado internacional, além de uma vasta produção de conteúdo.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário