Erasmo Carlos traz sucessos dos 50 anos de carreira ao projeto Seis e Meia


O artista se apresenta em três cidades. Vendas de ingressos começam nesta quinta-feira (8).

Divulgação Erasmo Carlos traz na bagagem sucessos dos 50 anos de carreira, com um show solo, voz e piano. (Divulgação) Os sucessos dos 50 anos de carreira do cantor Erasmo Carlos vão estar no repertório dos shows que ele apresenta pelo projeto “Seis e Meia” no Piauí. O primeiro show, no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, será no Theatro 4 de Setembro. Em Oeiras, o cantor se apresenta no dia 13 de junho, no Sobrado Major Selemérico. A última parada é na cidade de Floriano, no dia 14 de junho, com show no Espaço Cultural Maria Bonita. Em Teresina, quem abre a apresentação de Erasmo é a cantora Soraya Castello Branco.

As vendas dos ingressos para os shows nas três cidades serão iniciadas a partir desta quinta-feira (8). Em Teresina, os ingressos são vendidos na bilheteria do Theatro 4 de Setembro, com cadeiras numeradas. O cantor Erasmo Carlos traz na bagagem sucessos dos 50 anos de carreira, com um show solo, voz e piano.

Atualmente, ele vem percorrendo o país com a turnê “Sexo & Rock’n roll”. Entre os sucessos que fazem parte dessa história, estão “Sentado à Beira do Caminho”, “Minha Fama de Mau”, “Mulher”, “Quero que tudo vá para o inferno”, entre outros clássicos conhecidos pelo seu grande público.

Carreira

Nascido na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, Erasmo cresceu cercado por elementos que tornariam sua identidade musical singular. Entre os parceiros musicais, Tim Maia, Jorge Bem e Roberto Carlos. Passou pelo grupo Renato & Seus Blue Caps, na década de 60. Os Blue Caps acompanhariam o próprio Roberto Carlos na gravação de "Splish Splash", numa versão para o português feita por Erasmo.

Ao mesmo tempo, Erasmo - já com o nome artístico Erasmo Carlos - tornou-se versionista para diversos artistas. Junto com Roberto, se tornou um dos principais nomes da Jovem Guarda. Ao longo dessas cinco décadas de estrada, Erasmo lançou 26 álbuns. O primeiro, intitulado “A pescaria”, é de 1965. Em 2001, completou 60 anos e lançou seu 22º disco, “Pra Falar de Amor”. No final de 2002, os 40 anos de carreira de Erasmo foram comemorados com o lançamento da caixa “Mesmo Que Seja Eu” – contendo toda a sua discografia no período 1971-1988, recheada de material bônus raro e inédito.

No ano seguinte, ao final do 10º Prêmio Multishow de Música, Erasmo foi o grande homenageado da noite – com um prêmio especial pelo conjunto da obra. Sua discografia teve continuidade em 2004 com “Santa Música”, só com material inédito e nos coroando em 2007 com Erasmo Carlos Convida II, reunindo feras da MPB em torno de sua obra. Seu último trabalho foi lançado em 2009, intitulado somente “Rock’n Roll”.

Seis e Meia

O projeto Seis e Meia é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura do Piauí (Secult). Todos os meses uma atração nacional e uma atração local se apresentam no palco do Theatro 4 de Setembro.

 Autoria: Juliana Nogueira

in-http://www.pi.gov.br


Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário