Detalhes das batalhas na era medieval


A batalha pelo poder

Obra, publicada pela Boa Nova Editora, relata o conflito entre os nobres da Idade Média pelo domínio de tudo o que existe

                                                                                                                               
Alda Jesus
Portal Splish Splash

Desde a remota Antiguidade, o homem luta para dominar o próprio homem. Tudo por causa do orgulho, do egoísmo, da inveja e, acima de tudo, da atração nefasta pelo poder. Mesmo com o advento do Cristianismo, a humanidade não entendeu a verdadeira mensagem de Jesus, que era “amar o próximo como a si mesmo”.

Em A Batalha Pelo Poder, obra ditada pelo Espírito João Maria ao médium Assis de Azevedo e publicada pela Editora Boa Nova, o leitor é apresentado, com muita propriedade, a uma batalha desencadeada pelos nobres da Idade Média.

O livro relata a intenção dos nobres de sempre lutar bravamente pelo domínio de tudo o que existisse, com a desculpa de que honrariam, assim, o nome de seus antepassados.­

O sacerdote baixou a cabeça e sentiu que não adiantava ajudar o conde naquele assunto; estava em seu sangue a noção de honra como orgulho e soberba, defeitos que a humanidade ainda vai demorar a entender. A honra está nos corações puros e conscientes, independentemente de religião, casta ou segmentos da sociedade criados pelo homem.

A Batalha Pelo Poder apresenta os leitores a personagens marcantes da história, como Helena, filha do Conde Felipe. A moça, que dentro de si já conduzia um mundo em que seu pai não aceitava, se vê em meio ao desenrolar de uma batalha entre mandatários da época, que desejavam usurpar o trono, detendo assim o poder daquela imensa região. A condessa, juntamente com o príncipe Ricardo, se rebela contra o que suas respectivas famílias ditavam criando-se assim uma terrível batalha pelo poder.

A obra está à venda nas livrarias do país e pelo site da editora: http://www.boanova.net/.

 Ficha técnica:
 Formato: 16 x 23
 Páginas: 320 páginas
 Preço: R$ 37,90

 Sobre a Boa Nova Editora:

Em 1997, com o objetivo em atender o público espírita e espiritualista, surgiu a Boa Nova Editora que alcançou, logo nos primeiros anos, prestígio, reconhecimento e projeção nacional. A primeira publicação da editora foi o livro “Céu Azul”, psicografado por Célia Xavier de Camargo, seguida pelo best-seller “Renovando Atitudes”, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto. Hoje, com mais de dois milhões de livros impressos, a Editora Boa Nova é referência de sucessos editoriais. São romances, roteiros de estudo doutrinários, livros infantis e infanto-juvenis, assim como as obras básicas do Espiritismo e outras filosóficas que visam contribuir com o desenvolvimento espiritual e cultural de seus leitores. Paralelamente aos trabalhos doutrinários, e conscientes de seu papel social, os médiuns e escritores que atuam junto à Boa Nova fazem com que os recursos obtidos com a venda de suas publicações sejam revertidos para diversos projetos sociais e assistenciais, inclusive, para a manutenção das atividades da Sociedade Espírita Boa Nova.
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário