Conheça as 6 perguntas do consumo consciente que ajudam a diminuir impactos negativos no meio ambiente


Conheça as 6 perguntas do consumo consciente que ajudam a diminuir impactos negativos no meio ambiente

Material desenvolvido pelo Instituto Akatu promove a reflexão antes e depois da compra e reforça poder que consumidor tem nas mãos

                                                                                                                                   
Alda jesus
Portal Splish Splash

Para comemorar o Dia do Meio Ambiente (05/06), o Instituto Akatu divulga as 6 Perguntas do Consumo Consciente, que ajudam o consumidor a refletir antes, durante e depois de fazer uma compra e, dessa forma, reduzir os impactos negativos no meio ambiente que seriam decorrentes dela.

Hoje, o planeta não consegue regenerar os seus recursos naturais na mesma velocidade das nossas demandas. Com o crescimento da população e dos níveis de consumo, o Banco Mundial estima que em 2050 serão necessárias quase três Terras para dar conta das demandas do nosso estilo atual de vida.

“O consumidor tem um grande poder em mãos, embora nem sempre tenha consciência disso. Por meio das escolhas cotidianas, ele pode contribuir para reduzir os impactos negativos no meio ambiente, na economia, na sociedade e no seu próprio bem-estar. Por exemplo, ao escolher comprar de uma empresa que polui menos o meio ambiente, está dizendo para as outras empresas e pessoas que poluir não é aceitável. O mesmo acontece ao optar por produtos que duram mais, ao reciclar etc.”, explica Helio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu, ONG que atua há 16 anos pelo consumo consciente.

A seguir, conheça quais são as 6 Perguntas e uma breve explicação sobre elas. Caso queira mais detalhes, acesse: www.akatu.org.br

6 Perguntas do Consumo Consciente:

Por que comprar?

Reflita se você realmente precisa comprar ou se está sendo levado por um impulso do momento. Antes, pense se você já não tem o suficiente ou se você pode, em vez de comprar, fazer uma troca, reutilizar ou pegar emprestado.

O que comprar?

Pense sobre quais características do produto atenderão à sua necessidade e leve em consideração os impactos associados ao produto na hora da seleção.

Como comprar?

É hora de pensar sobre as formas de pagamento e sobre a logística dessa compra. Como é melhor para você, comprar vista ou a prazo? Como vai buscar e levar as mercadorias, de forma a ter o menor impacto negativo possível?

De quem comprar?

Sempre que puder, acompanhe notícias de fontes confiáveis e tente descobrir informações sobre as empresas que fabricam e vendem o produto ou serviço: verifique se há cuidado no uso dos recursos naturais, se os funcionários são respeitados.

Como usar?

Quando você leva o produto para casa, é preciso dar uma vida longa a ele. Cuide para estender ao máximo a vida útil daquilo que você compra. Assim você evita os impactos associados à fabricação, o transporte e o descarte de outros produtos.

Como descartar?

Aquilo que não tem mais utilidade para você pode ser reformado ou pode ser interessante para outra pessoa. Se isso não for mais possível, é preciso fazer um descarte adequado. Veja se o material pode ser encaminhado para a reciclagem ou se exige descarte especial.

Sobre o Instituto Akatu

Criado em 15 de março de 2001, o Instituto Akatu é uma organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para estilos sustentáveis de vida com consumo consciente e mais bem-estar para todos. As atividades do Instituto estão focadas na mudança de comportamento do consumidor em duas frentes de atuação: Educação e Comunicação, com o desenvolvimento de campanhas, conteúdos e metodologias, pesquisas, jogos e eventos. O Akatu também atua junto a empresas que buscam caminhos para a nova economia, ajudando a identificar oportunidades que levem a novos modelos de produção e consumo – modelos que respeitem o ambiente e o bem-estar, sem deixar de lado a prosperidade.
Alda Jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário