Coautora de "Despacito" confessa: sou muito fã de Roberto Carlos

Erika Ender e Daniel Saboya - Reprodução
Por Adalberto Neto
RIO — Em sua recente passagem pelo país, a cantora e compositora Erika Ender, coautora do fenômeno "Despacito", gravado por Luis Fonsi , hospedou-se na Barra da Tijuca, deu entrevistas para sites, jornais, rádios e TVs e teve uma reunião numa grande gravadora ("Ainda não dá para contar qual é", disse). De carona no sucesso da canção-chiclete, que ganhou uma versão com participação do ídolo teen Justin Bieber, ela veio ao país divulgar seu novo CD, o "Tatuajes", e aproveitou para anunciar que, em breve, o público brasileiro terá oportunidade de conhecer seu trabalho por meio de um álbum no estilo "maiores sucessos", com as músicas que marcaram a sua carreira.

— Como eu só fiquei famosa no Brasil agora, acho que o público do país merece conhecer algumas das minhas canções que também tiveram repercussão lá fora — acredita.

Filha de panamenho com baiana, Erika e se divide entre suas casas em Miami e Los Angeles. Mas o Rio de Janeiro é o lugar onde, há muitos anos, passa Natal e Ano Novo, ao lado de toda a família brasileira. Em Jacarepaguá, na Zona Oeste, mora um de seus tios.

— Quero ter mais motivos para vir a essa cidade maravilhosa - diz a cantora, citando alguns de seus sonhos. — Muitas vezes, quando vinha à casa da minha avó e assistíamos ao "Domingão do Faustão "juntas, ela dizia: "Minha neta, quando você ficar famosa, quero te ver lá". Já imaginou? Seria maravilhoso. E cantar com o Roberto Carlos? Nossa, se eu tiver essa oportunidade, não vou aguentar! Sou muito fã dele.

Na semana passada, antes de ir embora, ela ainda teve tempo de presenciar o lançamento de "Paradinha", novo hit de Anitta, que, segundo um apreesentador da TV espanhola, será o novo sucesso do verão europeu. Sobre essa afirmação, ela comentou:

— Conheci a Anitta quando apresentei um Grammy Latino e ela fez uma apresentação acústica. Ela é ótima profissional, tem atitude, sabe conduzir a própria carreira muito bem, canta, dança, compõe. O futuro dela é só crescer. Se quiser fazer uma parceria comigo, estamos aí. E, quanto à "Paradinha", achei incrível; o espanhol dela tem um sotaque mínimo, mas que é fofinho. Com certeza, pode chegar tão longe quanto "Despacito".

Ela também arrumou tempo para aprender os passos de uma coreografia para "Despacito" criada por Daniel Saboya, cujo canal no YouTube, no qual ensina a dançar, tem mais de seis milhões de seguidores e cerca de dois bilhões de visualizações.

— Pra mim, foi uma honra conhecer a Erika. Criei a coreografia de "Despacito" depois de vários pedidos dos meus fãs. Eu nem sabia do que se tratava ainda, e, quando ouvi , falei na hora: "Essa música é boa e vai pegar" — conta.

Não deu outra.

    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário