ÀS QUINTAS – FEIRAS – Roberto Carlos na berlinda





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9

ROBERTO CARLOS REI DA CANÇÃO (Marco Casagrande)

Roberto Carlos como é grande o meu amor por você, Rei da canção.
A partir deste instante, com você, tempo vai apagar, quantos momentos bonitos, tem coisas que a gente não tira do coração.

Maior que meu amor e o amor verde e amarelo de todos os brasileiros.
Mais uma vez, me conte a sua historia, meu querido, meu velho, meu amigo,em meu pequeno cachoeiro.

Aquela casa simples, amigos, amigos, costumes, fim de semana, jogo de damas, o encontro, o portão, sete cabeludos, papo de esquina, é papo firme, jovens tarde de domingo.

Eu me recordo, detalhes, amigo, brucutu, desenhos nas paredes, do outro lado da cidade, 120..150..200..km por hora, nossa senhora, Jesus cristo, o calhambeque, parei na contramão, Oh,oh,oh,doce loucura, não há dinheiro que pague.

Momentos tão bonitos, como foi, a despedida, da festa de arromba, imagine, lua nova, musica suave, o cadilac, o encontro, a garota do baile, brotinho sem juízo, namoradinha de um amigo meu, broto do jacaré, não é papo pra mim.

Não adianta nada, não adianta, nada vai me convencer, eu só tenho um caminho, não é por mim, não lhe quero mais, não vou ficar, esperando você, esqueça, eu quero apenas, aventuras, nada tenho a perder, sinto muito minha amiga, minha fama de mau, símbolo sexual, o comilão, professor do amor, lobo mau, terror dos namorados, se você gostou, tente me esquecer, tente viver sem mim, não quero ver você triste, não precisa chorar, menina, nem mesmo você, perdoa, por amor, pergunte a teu coração, o show já terminou, fim de amor.

Preciso chamar sua atenção, outra vez, como é possível, herói calado, ingênuo sonhador, amar pra viver ou morrer de amor.

História de amor, a namorada, menina, mulher pequena, a primeira vez.

AMOR PERFEITO DE ROBERTO CARLOS (Bottary)

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo
Sinto falta de você
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Sem você não sei viver
Vem, que eu conto os dias
Conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você
Os segundos vão passando lentamente 
Não tem hora pra chegar
Até quando te querendo, te amando
Coração quer te encontrar
Vem, que nos seus braços 
Esse amor é uma canção
E eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você
Eu não vou saber me acostumar 
Sem sua mão pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão 
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou, então vem, vem, vem, vem
Vem, que eu conto os dias 
Conto as horas pra te ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você
Vem, vem, vem, vem, 
Vem, vem, vem

Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Atualmente com site próprio (http://jornalistacarlosalbertoalves.blogspot.com) e contribuidor diário no Portal Splish Splash e no site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. jornalistaalves@bol.com.br

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário