Trama medieval chama atenção para questões atuais


Em nova obra juvenil, Dionisio Jacob embaralha realidade e fantasia, destacando a importância do respeito ao meio ambiente e à biodiversidade  
                  
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

Abelardo tem dez anos e vive em um feudo em plena Idade Média. Gosta de desenhar dragões nas paredes do castelo e, mesmo que lhe digam o contrário, tem certeza de que eles existem. Assim como acredita que o pai, que partira anos antes para as Cruzadas, voltará para casa. Eis que um dia um intrigante mapa, indicando um local onde viveriam as criaturas aladas, cai em suas mãos. O garoto, corajoso, parte em busca dessa terra desconhecida, embarcando em uma viagem fantástica, repleta de espantos e surpresas, que confundirá os limites entre desejo e realidade.

A lenda de Abelardo, nova narrativa de aventura e fantasia de Dionisio Jacob, tem tudo para agradar os pré-adolescentes. A rica ambientação de época, baseada em pesquisa histórica sobre costumes e contexto sociocultural, e o inventivo mundo imaginário, rico em detalhes e coerência interna, combinam-se perfeitamente numa trama que, além de entreter combinando humor, emoções e sagacidade, chama atenção para questões atuais, como preservação ambiental e biodiversidade.

As vinhetas em preto e branco, feitas pelo ilustrador Rogério Coelho, inserem novos elementos na narrativa, contribuindo para o enriquecimento da leitura e instigando a imaginação.

FICHA TÉCNICA 
A lenda de Abelardo
Autor: Dionisio Jacob
Ilustrador: Rogério Coelho 
Coleção: Barco a Vapor – Série Laranja 
Formato:  12 x 19 cm
Páginas: 264 Preço: R$ 42,00 
ISBN: 978-85-418-1630-4

Sobre o autor: Dionisio Jacob nasceu em São Paulo, em 1951. Autor de novelas, romances e contos para jovens e adultos, é também ilustrador e arte-educador. Foi um dos fundadores do grupo de teatro Pod Minoga, além de roteirista de programas de TV infantojuvenis da década de 1990, como Castelo Rá-Tim-Bum, Cocoricó e TV CRUJ. Recebeu prêmios importantes, como Menção Honrosa no prêmio Jabuti, em 2002, e Melhor Livro no concurso da UBE, em 2005. Pela SM, publicou também: A espada e o novelo, A flauta mágica, A fenda do tempo e Sonho de uma noite de verão.

Sobre o ilustrador: Rogério Coelho nasceu em São Paulo, em 1975. É ilustrador profissional desde 1997. Já ilustrou mais de sessenta livros de literatura infantojuvenil, além de quadrinhos, revistas e didáticos. Recebeu diversos prêmios, como a exposição "Ilustrando em Revista" da Editora Abril e o prêmio Jabuti em 2012. Também foi finalista do prêmio Abril de Jornalismo na categoria ilustração, em 2011.

 Sobre a editora: Fundada em 1937, a SM não se intitula uma empresa mas, sim, um projeto cultural e educativo com duas áreas de atuação plenamente integradas: em primeiro lugar, na elaboração e oferta de conteúdos e serviços educativos de prima excelência, sobretudo didáticos e de literatura infanto-juvenil, e, em segundo, no trabalho social realizado pela Fundação SM, que destina todos os recursos provenientes da atividade comercial da SM para melhorar a qualidade da educação e levar a docência e cultura aos setores menos favorecidos da sociedade. Focada no âmbito ibero-americano, a SM está presente em 10 países e são mais de 2.300 profissionais e voluntários se dedicando a este projeto. No Brasil, atua desde 2004.

Sobre a coleção: Lançada em agosto de 2004, a Barco a Vapor é a versão brasileira de uma das mais importantes coleções de literatura infantojuvenil em língua espanhola, criada há mais de trinta anos na Espanha. Fiel ao espírito aventureiro e sonhador dos dois personagens que a inspiraram — Tom Sawyer e Huckleberry Finn, criados pelo escritor norte-americano Mark Twain —, a coleção aposta na fantasia, na imaginação e na reflexão como meios de despertar o gosto pelos livros e formar leitores capazes de compreender melhor o mundo. Com histórias para rir e chorar, escritas e ilustradas por autores de diferentes nacionalidades, contempla grande diversidade de gêneros, temas e estilos narrativos. A Série Laranja abarca livros para leitores a partir de dez anos. 



Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário