Quais exames devem ser feitos para cada faixa etária?


                                                                                                                            
Alda Jesus 
Portal Splish Splash

Especialista do CECAM destaca quais exames devem ser feitos e as principais precauções para manter uma rotina equilibrada e saudável

Todos nós sabemos que é melhor prevenir do remediar e exames preventivos se tornam importantes para a descoberta ou até prevenção de doenças. Mas quais tipos de cuidados que temos que tomar em cada fase da vida? Existem check-ups específicos para crianças, jovens e adultos?

Pensando nisso, o cardiologista Anis Mitri, CEO do CECAM – rede de clínicas de saúde-, destaca quais exames devem ser feitos para cada faixa etária e as principais precauções para manter uma vida equilibrada e saudável.

Da infância até a adolescência
Teste do pezinho: obrigatório e gratuito, o exame é feito em 48 horas após o nascimento da criança, onde o sangue do bebê também é colhido a partir de um furinho no calcanhar. “O objetivo é detectar doenças genéticas. Com a detecção da doença precocemente é possível tratar antes mesmo de os sintomas aparecerem. Já o exame do pezinho ampliado, é pago e não é obrigatório, mas disponibiliza uma checagem mais completa de mais de 30 doenças”, alerta Dr. Anis.
Colesterol, Hemograma e Glicemia: esse exame pode ser realizado a partir dos dois anos em bebês e se houver histórico familiar de dislipidemias ou diabetes.

DSTs e Hepatites: podem ser solicitados juntos, é indicado para adolescentes que iniciaram a prática sexual e esse tipo de exame constata a presença dos vírus da Aids, HPV, herpes e sífilis. “Hepatite não é DST, mas algumas são sexualmente transmissíveis”, alerta Dr. Anis. ​

Mulheres e Homens a partir dos 20 anos

Papanicolau ou preventivo ginecológico: deve ser feito anualmente um ano depois da primeira prática sexual. O objetivo é prevenir o aparecimento do câncer no colo do útero. Esse exame verifica qualquer tipo de doença, infecção ou alteração do colo uterino.

Mamografia: esse primeiro exame pode ser feito entre 50 a 69 anos, homens e mulheres podem fazer, é uma avaliação das mamas que é feito por raio X. Tem o objetivo de prevenir ou até mesmo detectar câncer de mama.
Próstata: é recomendável fazer esse exame a partir dos 40 anos de idade e aos 50, o indicado é fazer anualmente, pois é o período em que o risco de câncer de próstata aumenta. São necessários 3 exames para detectar a doença: o toque retal, a ultrassonografia e o de sangue PSA.
Densitometria óssea: mede a densidade dos ossos e a possível perda de massa óssea. Esse exame também é preventivo e pode até detectar osteoporose. Em mulheres, a densitometria é feita anualmente após a menopausa e nos homens após os 60 anos.
Ácido úrico: pode ser feito anualmente por homens e mulheres a partir dos 30 anos. Esse ácido é responsável pela metabolização de algumas proteínas do nosso organismo. Sua elevação pode acarretar em hipertensão, doenças cardiovasculares ou cálculo renal.

Mulheres e homens a partir dos 60 anos

Teste ergométrico: feito através de exercícios físicos na esteira ou bicicleta ergométrica, é indicado após os 30 anos anualmente, ou para quem quer iniciar qualquer atividade física, e a partir dos 60 anos. O teste mede a capacidade cardíaca e indica a existência de doenças cardiovasculares como hipertensão ou aterosclerose.
Hemograma: deve ser feito anualmente a partir dos 60 anos e com esse exame é possível detectar anemia e outras doenças.
Ureia e creatinina: também deve ser feito anualmente a partir dos 60 anos de idade e através desse exame pode-se checar as funções renais e se houve alguma alteração.
Colonoscopia: com esse exame é possível detectar o câncer de intestino, que pode ser detectado por outro exame chamado pesquisa de sangue oculto de fezes. Deve ser feito a partir dos 50 anos anualmente e se houver histórico familiar, melhor fazer antes.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário