No próximo domingo: Cerca de 900 atletas participam no Melgaço Alvarinho Trail


 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

 As inscrições já estão encerradas e o número de inscritos ultrapassou em larga escala as edições anteriores: cerca de 900 atletas rumam ao Município Mais a Norte de Portugal no próximo domingo, 21 de maio, para a 3ª edição do Melgaço Alvarinho Trail (MAT). Tendo em conta o elevado número de inscritos, oriundos de vários pontos do País, a organização alterou os horários de partida: 08h30 arranque do Trail Longo de 28Km e Ultra Trail de 48Km e às 09h00 partida do Trail Curto de 17km e da caminhada de 14Km. O Largo Hermenegildo Solheiro é o local de partida.

O evento é uma organização da Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer EM e da Solopisadas e este ano as provas de Ultra Trail e Trail Longo estão incluídas no Prozis Campeonato Nacional 2017 da ATRP- Associação de Trail Running de Portugal. A prova Trail Longo conta também parte da Taça Lacatoni.



A edição de 2016 contou com a presença de cerca de 300 atletas, mas este ano o MAT triplicará o número de participantes o que só prova que Melgaço tem fantásticas condições para a prática da modalidade. O Município Mais a Norte de Portugal tem excelentes locais para o Trail Running, desde o Rio Minho, a menos de 40 metros de altitude, até ao Planalto de Castro Laboreiro onde se superam os 1.300 metros de altitude: ‘desde as Pesqueiras Milenarias do Rio Minho, Caminhos e Pontes Romanas, Aldeias Típicas, Trilhos, Paisagens deslumbrantes sobre os Vales dos Rios, Minho, Trancoso e Mouro, sobre a vizinha Espanha até ao Planalto Castrejo onde se encontram dezenas de Dolmens, contamos também com o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), onde se encontra a Porta de Lamas de Mouro, com vários Monumentos onde se destacam os Castelos de Melgaço e Castro Laboreiro, Conventos e Igrejas Centenários, Museus, Termas, etc.’, sustenta a organização, ressalvando que o evento tem impacto no tecido económico local e que é impulsionador de novas transações comerciais, gerando um sentimento de identidade da parte dos participantes, para que regressem num futuro próximo.

MELGAÇO TEM UMA GRANDE VARIEDADE DE CAMINHOS E TRILHOS PARA A PRÁTICA DO TRAIL RUNNING
O MAT nasceu em 2015, numa iniciativa pioneira que tinha como objetivo aliar a prática desportiva ao contacto com a natureza e as populações locais. De ano para ano, tem vindo a crescer: a primeira edição contou com cerca de 250 atletas, a segunda com cerca de 300 atletas.
Na primeira edição, as provas desenvolveram-se entre o Rio Minho e os Montes da Freguesia de Fiães, até aos 820 metros de altitude. A segunda edição desenvolveu-se entre o Rio Minho e o Parque Eólico dos Picos, superando os 1.200 metros de altitude. Para esta terceira edição a prova acontece novamente no Rio Minho, mas com novos locais de passagem, como o PNPG: outras Montanhas, nas Freguesias de Prado, Vila, Remoães, Paderne, S. Paio, Cubalhão, Lamas de Mouro e Roussas, superando também os 1.200 metros de altitude.

De salientar que os atletas inscritos poderão usufruir de uma entrada em cada um dos seguintes museus: Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, Espaço Memória e Fronteira, Núcleo Museológico de Castro Laboreiro e o Núcleo Museológico da Torre de Menagem. Nesta edição, os participantes terão também a possibilidade de usufruírem de serviços de massagem oferecidos pela Saúde Constante e pela EPRAMI; serviços de Enfermagem e Osteopatia, pela Clínica CURAE; e também serviços de enfermagem pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE (ULSAM).

A iniciativa conta ainda com o apoio do Município de Melgaço, da Melgaço Radical, da ATRP - Associação de Trail Running de Portugal, dos Bombeiros Voluntários de Melgaço, e ainda com o patrocínio de diversas entidades. Juntos, pretendem que o Melgaço Alvarinho Trail seja um evento de referência! O evento promete divertimento, emoções fortes e respeito pela mãe natureza. Agraciados por excelentes condições naturais, quer na montanha quer no rio, as prioridades da iniciativa são estimular os sentidos e aumentar o respeito pela natureza, mas ao mesmo tempo potenciar a marca Melgaço e tudo o que a referida ancora, como a gastronomia, a cultura, a história, os costumes, o desporto de Natureza, e, entre outros, o vinho Alvarinho e a importância que este néctar representa para o desenvolvimento da Região.

O regulamento pode ser consultado aqui!



Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário