Livro com a Turma da Mônica apresenta Chico Xavier às crianças


Parceria entre Mauricio de Sousa e editora Boa Nova traz livro com ensinamentos do maior médium brasileiro

 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash
 

Comemorando o mês de aniversario de Francisco Cândido Xavier, depois de mais de 100 mil exemplares vendidos da obra Meu Pequeno Evangelho, a editora Boa Nova acaba de lançar um novo livro infantil em parceria com o desenhista Mauricio de Sousa. Na obra Chico Xavier e Seus Ensinamentos, os personagens da Turma da Mônica conhecem exemplos incríveis vindos de Chico Xavier, eleito o maior brasileiro de todos os tempos em uma votação popular promovida pelo SBT, em 2012.

Enquanto Mônica e seus amigos se recordam de diversos momentos que já viveram juntos, André, primo do Cascão, leva 25 dos melhores ensinamentos de Chico Xavier aos pequenos, além de histórias inéditas de pessoas que conviveram diretamente com Chico. Dentre elas, estão lições de amor, solidariedade, humildade, disciplina e paciência com o próximo, como esta abaixo.

— Certa vez, Chico Xavier afirmou: “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um de nós pode começar agora e fazer um novo fim.” Ou seja, crianças, diante de uma situação difícil, não adianta lamentar, temos que reparar.

O livro também ensina aos pequenos leitores sobre a importância de amar ao próximo, sem esperar nada em troca. Ao ouvir que Chico Xavier vendeu milhões de livros e doou todo o dinheiro para instituições de caridade, o Cebolinha se surpreende com tamanha atitude.

— Nossa! — disse Cebolinha, espantado. — Mas ele podelia ter ficado lico! André lembrou que Chico Xavier gostava de escrever por amor, e uma vez falou: “Ame sempre, porque isso faz bem a você; não por esperar algo em troca”.

Chico Xavier e Seus Ensinamentos tem até participações de Emmanuel, o Guia Espiritual do médium, e mostra como, em pequenas situações do dia a dia, Chico Xavier conseguia oferecer grandes lições de amor, agora contadas em histórias com os personagens mais queridos do Brasil.

Sobre os autores:
Luis Hu Rivas: Nasceu em 1975, em Arequipa, no Peru. Hoje, reside no Brasil, é designer gráfico e dedica-se há muitos anos ao estudo e divulgação do Espiritismo. Idealizou e coordenou a TVCEI, a TV espírita, e escreveu vários livros didáticos e infantis, como Meu Pequeno Evangelho, a coleção Espiritismo Fácil, Moranguinho no mundo dos sonhos, Scooby-Doo Viagem Misteriosa, Minha amiga Joanna de Ângelis, Violetinhas na janela e outros disponíveis no seu site www.luishu.com.

Ala Mitchell: Nasceu em Salvador, Bahia, e mora nos Estados Unidos. Administrador de empresas, quando criança praticamente desenvolveu sua leitura com as histórias da Turma da Mônica. Conheceu o Espiritismo aos 15 anos e, desde então, tem utilizado as mídias eletrônicas e online para o estudo e divulgação dessa doutrina. Foi gestor de marketing da TVCEI, a TV espírita, e em 2014 idealizou um primeiro projeto com os personagens de Mauricio de Sousa, o livro Meu Pequeno Evangelho.

Sobre o ilustrador: Mauricio de Sousa nasceu em 27 de outubro de 1935, numa família de poetas e contadores de causos, em Santa Isabel, no interior de São Paulo. Ainda criança, descobriu sua paixão pelo desenho e começou a criar os primeiros personagens. Com dezenove anos, tentou trabalhar como ilustrador na Folha da Manhã (hoje Folha de S. Paulo). Conseguiu uma vaga de repórter policial. No ano de 1959, publicou sua primeira tira, com o garoto Franjinha e o seu cãozinho Bidu. E logo espalhou seu trabalho para jornais de todo o país. Em 1970, quando já contava com um estúdio com diversos profissionais, lançou a revista Mônica, que abriu caminho para títulos de outros personagens. E o sucesso extrapolou os quadrinhos e chegou ao cinema, ao teatro, à televisão, à internet, aos parques temáticos e até a exposições de arte. Mauricio de Sousa ocupa a cadeira número 24 da Academia Paulista de Letras.

Sobre a Boa Nova Editora: Em 1997, com o objetivo em atender o público espírita e espiritualista, surgiu a Boa Nova Editora que alcançou, logo nos primeiros anos, prestígio, reconhecimento e projeção nacional. A primeira publicação da editora foi o livro “Céu Azul”, psicografado por Célia Xavier de Camargo, seguida pelo best-seller “Renovando Atitudes”, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto. Hoje, com mais de dois milhões de livros impressos, a Editora Boa Nova é referência de sucessos editoriais. São romances, roteiros de estudo doutrinários, livros infantis e infanto-juvenis, assim como as obras básicas do Espiritismo e outras filosóficas que visam contribuir com o desenvolvimento espiritual e cultural de seus leitores. Paralelamente aos trabalhos doutrinários, e conscientes de seu papel social, os médiuns e escritores que atuam junto à Boa Nova fazem com que os recursos obtidos com a venda de suas publicações sejam revertidos para diversos projetos sociais e assistenciais, inclusive, para a manutenção das atividades da Sociedade Espírita Boa Nova.
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário