Estudantes brasileiros testam bajas para competição no Kansas (EUA)

Bajeiros enfrentaram lama no Enduro, prova mais esperada da Competição Baja 
SAE BRASIL-PETROBRAS
           
Com 110 equipes inscritas de seis países, a Competição Baja SAE Kansas será realizada de 25 a 28 de maio em Pittsburg, Kansas (EUA)

 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

São Paulo - Estudantes de engenharia das universidades federais de Pernambuco e Minas Gerais, e do Centro Universitário da FEI, de São Paulo, preparam seus carros off road para a Baja SAE Kansas 2017, que será realizada pela SAE International de 25 a 28 de maio em Pittsburg, no Kansas (EUA).

Na competição os brasileiros formarão o TIME BRASIL e enfrentarão quatro dias de provas, que serão disputadas por 110 equipes representantes de mais cinco países - EUA, Canadá, Índia, México e África do Sul.

A classificação obtida na 23ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS (9 a 12 de março, São José dos Campos-SP), de âmbito nacional, foi o que garantiu a vaga das equipes brasileiras na competição norte-americana.

Baja UFMG, da Federal de Minas, foi vice-campeã na competição
  
A equipe Mangue Baja 1, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi a campeã da 23ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, enquanto a vice-campeã foi a equipe Baja UFMG, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Com duas equipes, Mangue Baja 1 e Mangue Baja 2, 
a UFPE levou o 1º e o 3º lugar na competição nacional

O terceiro lugar no pódio ficou com a equipe Mangue Baja 2, também da UFPE, e a quarta colocação ficou com a equipe FEI Baja 1 do Centro Universitário da FEI, de São Bernardo do Campo (SP).

Carro da equipe FEI Baja 1, de São Paulo, a 4ª colocada, foi destaque
 
Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora de estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, capazes de transportar pilotos com até 1,90 m de altura, pesando até 113,4 kg. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são projetados e construídos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

História – O projeto Baja SAE foi criado em 1976 na Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, onde a primeira competição ocorreu. No Brasil foi lançado em 1994, ano em que a SAE BRASIL realizou a primeira prova em âmbito nacional, na pista Guido Caloi, bairro do Ibirapuera, em São Paulo. Dois anos depois, em 1996, a competição foi transferida para o Autódromo de Interlagos, onde ficaria até 2002. A partir de 2003 a competição passou a ser realizada em Piracicaba, interior de São Paulo, até 2016, quando começou a ser realizada em São José dos Campos (SP).

Desde 1997 a SAE BRASIL, por meio de suas Seções Regionais, realiza ainda etapas regionais do Baja, em vários Estados brasileiros como Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

“Os programas estudantis da SAE BRASIL motivam os jovens à carreira de engenharia e lançam desafios encontrados na prática profissional que levam muito além do conhecimento acadêmico adquirido na sala de aula”, analisa Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.                      
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário