Delegação africana conhece ações da Conab de incentivo à agricultura familiar

São Tomé e Príncipe 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

Uma delegação do país africano de São Tomé e Príncipe esteve esta semana em Luziânia/GO para conhecer as atividades desenvolvidas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no fortalecimento da agricultura familiar. Participaram da visita de campo representantes da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e do Ministério da Educação, responsável pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Cerca de 200 famílias de pequenos agricultores de Luziânia, na região do Vale do Indaiá, asseguram sua sobrevivência através da produção de hortigranjeiros e leite que são vendidos ao governo federal por meio da Cooperativa Indaiá. A Conab, como principal parceira no fortalecimento da atividade no campo, garante a compra dos produtos, cultivados sem agrotóxico, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Rui Duarte é um dos agricultores familiares vinculados à Cooperativa que vende sua produção para a Conab através do PAA. Dono de uma área de sete hectares, garante o sustento e a qualidade de vida da família com a venda de verduras, frutas e leite. “Com o PAA e o apoio da cooperativa, nossa vida mudou para melhor. Antes eu era diarista na construção civil e usava ônibus para trabalhar. Agora até temos carro”, conta.

A Cooperativa Indaiá tem contrato em andamento com a Conab no valor total de R$ 200 mil para fornecimento, durante 12 meses, de verduras, frutas e leite a entidades socioassistenciais e escolas da rede pública. A escola de tempo integral Laudimírio de Jesus Tormin, onde estudam cerca de 600 crianças e adolescentes, é uma das contempladas com os alimentos, que ajudam a fortalecer a nutrição dos alunos.

“A cooperativa realiza um trabalho marcado pela determinação e união dos produtores e é exemplo para o Brasil”, destaca o gerente de Programação Operacional da Agricultura Familiar da Conab, Thiago Horta.

Além de mostrar os resultados do PAA em campo, a Conab apresentou à delegação africana como funcionam outros programas executados pela Companhia no apoio aos pequenos agricultores, como a Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) e o Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF). A reunião ocorreu na última terça-feira, no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, com a participação da FAO, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Emater/DF.


Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário