Toda emoção de Carminho ao interpretar a canção 'Sabiá' de Tom Jobim


Em 1843, Gonçalves Dias escreveu "Canção do Exílio" quando estava em Coimbra, Portugal. O poema que exalta os valores naturais do Brasil ganhou uma interpretação especial de Fernanda Montenegro para o clipe "Sabiá" de Carminho. A canção de Tom Jobim e Chico Buarque gravada em 1968 já cantava as saudades da nossa terra e a esperança do regresso.

Da união entre aniversario de 90 anos de Tom e o lançamento do álbum "Carminho canta Tom Jobim", nasce o clipe "Sabiá".

Gravado no Rio de Janeiro, as imagens ilustram o último dia de uma pessoa na cidade. Ao falar de exílio, fala-se de saudade e memórias. 

Sabiá!
Vou voltar!
Sei que ainda vou voltar
Para o meu lugar
Foi lá e é ainda lá
Que eu hei de ouvir
Cantar uma Sabiá...

Vou voltar!
Sei que ainda vou voltar
Vou deitar à sombra
De uma palmeira que já não há
Colher a flor que já não dá
E algum amor
Talvez possa espantar
As noites que eu não queria
E anunciar o dia...

Vou voltar!
Sei que ainda vou voltar
Não vai ser em vão
Que fiz tantos planos
De me enganar
Como fiz enganos
De me encontrar
Como fiz estradas
De me perder
Fiz de tudo e nada
De te esquecer...
Carminho - Sabiá (Clipe Oficial)

 
 
Sabiá - Tom Jobim
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário