Retrospecto - Roberto Carlos (17)


Da oitava edição do Projeto Emoções em Alto Mar

A COLETIVA COM PITADA DE HUMOR - Roberto Carlos apresentou-se na coletiva dentro seu estilo ”sui generis”, alegre, brincalhão e com aquele sentido de humor que sempre patenteia nestas circunstâncias. Este ano, porém, não foi metralhado com perguntas sobre sexo. De amor, disse que estava na calha, mas sem definição.
Relativamente à sua fé com a ida a Jerusalém, o Rei admitiu que a mesma aumentou. Uma fé consciente e equilibrada sublinhou.
Uma questão sobre o BB, de que é fã: Expulsaria o Daniel? Roberto Carlos, categoricamente, disse que não, acrescentando que foi uma brincadeira.
Falando de música, Roberto Carlos, no que concerne às suas, por exemplo, opina que o público é que decide se a música é boa ou não.
Roberto Carlos o artista mais caro do Brasil? Eis a resposta do Rei: não sei o preço dos outros? (rssss).
Como se sabe, o Costa Concórdia realizou o Cruzeiro Emoções em Alto Mar em 2010, tendo naufragado muito recentemente. Roberto Carlos não receou esta viagem porque sabe que a Costa Cruzeiros merece credibilidade. Contudo, chorou quando viu as imagens do Costa Concórdia.
Em nosso entender, foi uma coletiva normal, curta no seu tempo, mas aqui queremos realçar a intervenção da nossa companheira Lilian Rocha, relacionada com a sedução sobre as mulheres. Roberto disse que ele era seduzido pelo amor (eh, eh, eh). Esta intervenção da Lilian mereceu os maiores encômios de todos, sobretudo por parte das mulheres que aplaudiram esta intervenção.
Nada de computador. O Rei compõe as suas letras e músicas com caneta e lápis. É assim que ele se sente bem.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário