Conheça o exame preventivo que pode diagnosticar doença ligada à obesidade


Ultrassom da Samsung realiza elastografia, responsável por identificar patologias como esteatose hepática, doença silenciosa mais conhecida como “fígado gordo”

Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

São Paulo, 7 de fevereiro de 2017 – A obesidade, além de prejudicial à saúde, aumenta o risco de infartos e doenças como diabetes, hipertensão arterial e, principalmente, de doenças silenciosas como a esteatose hepática, patologia que já virou epidemia mundial que é caracterizada pelo acúmulo de gordura nas células do fígado. Segundo relatório divulgado em janeiro de 2017 pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), com base em dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge 20% das pessoas adultas no país. Isto significa que essas pessoas podem estar na zona de perigo.

A Samsung utiliza seu conhecimento em tecnologia também na área de Health Medical Equipment para ajudar as pessoas a terem mais qualidade de vida, e a anteciparem diagnósticos que permitem iniciar o tratamento de uma enfermidade, muitas vezes sem sintomas aparentes - como a esteatose hepática -, cada vez mais rápido, por meio de exames de ultrassom realizados com o modelo RS80 Prestige.

A gordura no fígado é decorrente da ingestão de mais gorduras e calorias do que o órgão pode processar. Por conta disso, o fígado, que tem importância vital para o corpo humano, fica mais propenso a danos. Os sintomas são desde dor no lado direito do abdômen e barriga inchada, nos casos mais simples, até evolução para cirrose e câncer, nos casos mais graves. Um dos motivos mais comuns para o desenvolvimento da esteatose hepática é a obesidade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hepatologia, atualmente 80% dos pacientes com sobrepeso têm esteatose hepática.

O modelo RS80 Prestige, da Samsung, possui o software S-Shearwave, que permite análise completa do fígado – como a elasticidade do órgão, por exemplo - reduzindo significativamente o número de biópsias hepáticas convencionais e fornecendo informações quantitativas e características do tecido com mais precisão.

Por meio da fusão de imagens, este exame de ultrassom identifica também medidas acima da normalidade, em tempo real.

“Trabalhamos incessantemente em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias que possam auxiliar profissionais da área da saúde a antecipar diagnósticos e tratamentos, aumentando as chances de cura e trazendo mais qualidade de vida para elas. O RS80 é um bom exemplo do comprometimento da Samsung com o segmento de saúde”, complementa Tony Firjam, Vice-presidente da divisão de Consumer Electronics da Samsung Brasil.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário