ÀS QUARTAS – FEIRAS – Da “mágica do computador”




Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Esta é interessante: Um repórter furou o cerco, chegou até o camarim de Roberto Carlos e deu de cara com ele usando uma touca. O Brasa pediu para não ser fotografado e foi atendido, quem pode, pode...
Você sabia que no último programa do Jovem Guarda nem Vanderléia nem Erasmo foram informados? Eles não ficaram surpresos, já haviam manifestado o cansaço por fazer 17 programas por mês em São Paulo.
Roberto Carlos sempre gostou de barcos e mar. Ele possuiu uma lancha que foi batizada no rio Paraíba com flores e com o nome de sua filha Ana Paula.
Segundo os comentários das revistas Roberto Carlos mudou radical na volta de San Remo, sua figura mudou de um jovem “pra frente” e cheio de gírias a uma imagem do séculoXVIII, cheio de golas rendadas e babados. Passou de um papel para outro muito rapidamente, deixando pra trás o despreocupado intérprete de que tudo vá pro inferno. A mudança de personalidade coincidiu com a mudança de horário do seu programa Roberto Carlos à Noite.
Você sabia que quando ROBERTO CARLOS ia se apresentar em alguma cidade era uma festa para as bandas locais? Todas despertavam o privilégio de fazer o show de abertura. Num espetáculo do cantor no Clube Aetréia em João Pessoa na Paraíba houve uma concorrência com votação do público na rádio local para eleger a banda que faria o pré-show do REI.
Você sabia que para ROBERTO e Erasmo Carlos para fazer a canção Amazônia eles pesquisaram alguns livros do naturalista Frances Jacques Cousteau e reportagem sobre a devastação da floresta amazônica. Da mesma forma ao compor Apocalipse, consultou a Bíblia e alguns livros sobre as profecias de Nostradamus.
ROBERTO CARLOS também coloca as pessoas de casa para opinar em seu processo de criação. Quando fica muito em dúvida sobre determinado verso ou palavra, chama a mulher, ou um dos filhos ou a sua empregada para opinar.A empregada Noemi dos Santos que todos na casa de ROBERTO CARLOS chamavam simplesmente de Zézé foi uma dessas colaboradoras do REI.
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário