Escoliose - Qual o rumo certo para sua coluna?

 

Alba Bittencourt
Portal Splish Splash


 A sua, a minha, a nossa coluna vem, ao longo do tempo, adaptando-se às demandas decorrentes das atividades estressantes e disfuncionais do dia-a-dia, gerando alterações no seu alinhamento conhecidas como escoliose. Essa disfunção afeta, infelizmente, desde crianças até idosos.

O pilates é um ótimo método para buscar o realinhamento dessa parte do corpo tão importante. A escoliose é um desvio da coluna vertebral para a esquerda ou direita, resultando em um formato de “S” ou “C”. É um desvio da coluna no plano frontal, acompanhado de uma rotação e de uma gibosidade (corresponde a uma lateroflexão vertebral).

A vida corrida da velha e nova geração conduz a atividades muito desalinhadas, causando desequilíbrio no nosso eixo corporal, comprometendo deste a saúde até a estética e autoestima. Esse desalinhamento surge na infância com crianças que carregam muito peso em mochilas escolares de forma inadequada. Essa alteração também pode ser congênita, no qual já se nasce com ela. Contudo, a mais frequente é adquirida por maus hábitos posturais, podendo ser tratada precocemente.

Os tratamentos são variados, entretanto, para criança, adolescente ou mesmo adulto, são muito desgastastes os tratamentos convencionais, que são cansativos e desestimulantes devido a rotina repetitiva. Neste sentido o método Pilates vem com uma proposta inovadora, no qual o foco não é simplesmente as curvaturas, mas o indivíduo como um todo. Deixa de ser apenas um tratamento e passa a ser uma atividade física de qualidade de vida.

O objetivo por meio de uma série de exercícios não é focalizar a curvatura, alongando de um lado e fortalecendo do outro; o objetivo é tratar a coluna de uma forma geral fortalecendo e flexibilizando todos os músculos que envolvem a coluna, gerando mais estabilidade e de forma nada tradicional, com mais de 700 exercícios extremamente dinâmico voltados não só para a curvatura, mas para hipertrofia muscular, mobilidade da coluna e equilíbrio do tronco. É uma atividade completa, que não visa apenas à coluna vertebral, mas o indivíduo como um todo.

Se a terapia por meio do Pilates iniciar precocemente, essa coluna poderá ser reestabelecida no seu eixo vertical voltando ao seu alinhamento. Caso o tratamento seja tardio, ele tende a melhorar a sintomatologia como dor e fadiga muscular e promover maior estabilidade da coluna durante as atividades de vida diária.

Hoje, o método Pilates é realmente um tratamento que a ciência preconiza para pessoas com escoliose, no qual as publicações científicas mostram a eficácia do método – inclusive em escoliose estruturais de adultos. O que seria mais indicado ser feito usando o Pilates? A melhor seleção de exercícios seria todos que trabalham em cadeia cinética fechada frontal e lateral, tanto em solo quando em equipamentos, para promover distribuição de carga lateral uniforme.

Porque buscar novas alternativas?

Hoje, com tantas possibilidades de tratamentos, é extremamente importante escolher o que mais envolve, de forma prazerosa, quem busca os tratamentos de escoliose, pois o tratamento é lento e longo. Pode-se concluir que o método Pilates, por meio dos exercícios de hipertrofia longitudinal, radial e tensões máximas, principalmente em cadeia cinética fechada, associados ao princípio de equilíbrio da conexão mente-corpo, irá promover resultados mais eficazes nos indivíduos portadores dessa alteração postural.

É importante que o tratamento comece o mais cedo possível com foco em estabilidade da coluna. Outro ponto importante é escolher professores qualificados que usem o Pilates como mais que um tratamento, mas como uma escolha de filosofia de treinamento corporal que gera prazer e que poderá ser usado por toda vida.

Profissionais que conhecem além da fisiopatologia da disfunção, vão fazer grande diferença durante o curso do tratamento, pois conhecem os mecanismos pelos quais o método é capaz de tratar, usando os princípios intrínsecos da hipertrofia organizada e equilíbrio neuromuscular.

Qualquer dúvida, estou à sua disposição e você pode entrar em contato comigo. Terei o maior prazer em sanar todas as suas dúvidas e indicar os melhores profissionais para tratarem além de sua escoliose: cuidarem de você.

Experimente uma aula de Pilates Clássico Científico com um dos profissionais da Fisiociência 

(11) 3571-9597
www.fisiociencia.com.br 

Sobre a Profª. PHD Eliane Coutinho e a Fisiociência®
 
Há mais de dez anos a Profª. PHD Eliane Coutinho fundou a Fisiociência® Pilates com o objetivo de capacitar fisioterapeutas, educadores físicos, médicos, terapeutas ocupacionais e dançarinos com curso superior a desenvolver e aplicar o método Pilates na prevenção, condicionamento e tratamento de distúrbios musculoesqueléticos. A Fisiociência® é um centro de formação com marca registada com reconhecimento Nacional e tem como base formações para profissionais e atendimento ao público com o original Pilates Clássico Científico®. Com formação sólida, a fisioterapeuta é especialista em Avaliação do Aparelho Locomotor, Mestre em Processos de Avaliação e Intervenção em Fisioterapia pela UFSCar-SP e Doutora-PHD em Fisioterapia: Subárea em Plasticidade Músculo Esquelética pela UFSCar-SP com parceria com a Unicamp-Campinas e atualmente desenvolve pesquisa de pós-doutorado no Método Pilates na USP-SP. Possui formação no Método Pilates Clássico pela linha Canadense Stott Education Program. Também é certificada em Water Pilates pela Aquatic Exercise Association (AEA), nos Estados Unidos. É membro da Pilates Method Alliance (PMA) nos Estados Unidos, maior órgão representativo do método no mundo, é membro fundador da ABRAPI (Aliança Brasileira de Pilates). Atualmente escreve o primeiro livro de Pilates Studio que será publicado em português no Brasil, pela Editora Phorte. Seus vídeos no canal do You Tube mostram a repercussão de suas aulas entre os profissionais.

 

Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário