Entrevista com Jurema de Candia, back vocal da Banda RC9



Coordenação: Alba Bittencourt

Colaborararam:
Alda Jesus, Armindo Guimarães, 
Carlos Alberto Alves, Carmen Augusta,
Danilo Bezerra, Derbson Frota.

Jurema de Candia pisa os palcos desde os 14 anos, mas foi só em 2001 que ingressou como back vocal na orquestra do Rei Roberto Carlos (Banda RC9), fazendo trio com Ana Lucia, que já não faz parte da Banda RC9 e Luiz Carlos Ismail com o qual forma dueto.

Jurema de Candia tem outro canto, “O Canto do Pão”, sua fábrica de pães artesanais integrais à qual se dedica intensamente assim como sua carreira musical.

Com o seu canto, a sua simpatia e o seu “sui generis” sorriso, facilmente Jurema de Candia chamou a si inúmeros fãs, que, estamos certos, irão aplaudir o facto de através desta entrevista lograrem conhecer um pouco mais quem sempre combinou um sorriso nos lábios e sua linda voz à do Rei Roberto Carlos.

O Portal Splish Splash agradece a amizade e simpatia de Jurema de Candia que prontamente se disponibilizou para esta entrevista.

Quem é Jurema? Onde nasceu?

Nasci numa cidade do interior de São Paulo, Jacareí, que fica no Vale do Paraíba.

Quando a música entrou em sua vida?

Sou de família de cozinheiros e cantores. Fui levada por meu irmão cantor, Marcos, para o Rio de Janeiro para ser crooner de bailes, tinha 15 anos. Fui morar com minha irmã também cantora, Nair Candia, e seu marido o Maestro Jaime Alem. Comecei então a fazer participações em gravações em discos de vários artistas, jingles, vocais em shows, etc.

O que significa para você fazer parte da banda do Rei Roberto Carlos?

Um grande presente que a vida me ofereceu pelo qual sou muita grata!

Se um show do Roberto Carlos tivesse que ter 5 canções dos anos 70, quais você escolheria?

Detalhes, Todos estão Surdos, Amada Amante, Proposta, Olha

Cantar ao lado do Roberto Carlos já deve ter rendido belos momentos. Como foi cantar em Jerusalém?

Nada do que disser vai descrever essa emoção, foram momentos mágicos e inesquecíveis!

Para além do Ismail, a Jurema de Candia formava com a Ana Lucia (Lu Heringer), um trio vocal que durante muitos anos marcou presença ao lado do Rei em muitos shwos no Brasil e no exterior. Agora que a Ana Lucia saiu não tendo sido substituída até ao momento, fica a ideia de que assim irá ficar. Foi difícil a Jurema adaptar-se à ausência da Ana Lucia no trio?

Sou uma geminiana que me adapto a tudo. Realmente um vocal soa melhor com, no mínimo, 3 vozes, mas Ismail e eu nos adaptamos e creio que assim ficaremos. Lucia fez parte da banda por muito tempo, mas resolveu se dedicar à sua empresa.

Quais são as músicas do Rei que você mais gosta de cantar?

Como é grande meu amor por você, Se você pensa, Negro Gato.

Dentre muitos momentos marcantes, conte-nos um que mais marcou sua vida, nesses anos participando do coral do rei.

O show de Jerusalém.
 
Como é o Roberto Carlos patrão?

Nem consigo vê-lo assim: "patrão". Uma pessoa super carinhosa, simples e muito justo com todos nós.

Nas gravações das músicas em estúdio, Roberto já chegou a repetir a gravação de alguma música? Se sim, cite-nos quais.

Quando vamos para estúdio fazemos apenas a parte vocal, nunca estamos presentes na gravação de solo dele.
 
O livro “Roberto Carlos-Eduardo Lages | Conversas com a minha imaginação” do Armindo Guimarães, está recheado de episódios rocambolescos, tais como vários elementos da orquestra e não só, terem ficado fechados dentro dum banheiro durante um ensaio. Partindo do princípio que por vezes a realidade supera a ficção, conte algum episódio hilariante que tenha acontecido durante um ensaio ou nos bastidores de um show.

Sinceramente não me lembro de nada. Os ensaios para o vocal são mínimos e nos bastidores temos momentos de total descontração onde comemos, rimos bastante com bobagens, lembranças de músicos que já nos deixaram, enfim...

Você faz parte do grupo de vozes do rei Roberto Carlos pelo seu valor. Aliás, para se estar ao lado do Roberto Carlos serão necessárias reconhecidas credenciais. Sempre se diz, e há veracidade nisso, que Roberto Carlos é um patrão consciente, isto é, não é um explorador dos seus colaboradores. A Jurema, por certo, afina por este mesmo diapasão...

Com certeza. Todos os colegas de trabalho têm um carinho muito grande em compor essa banda. Roberto Carlos só existe um e somos privilegiados em dividirmos o palco com ele!

A vida é feita de etapas. Para cantores, jornalistas e também em outras profissões. Com isto queremos dizer que há sempre um final de carreira. Você, que ainda tem muito para dar cantando, já assegurou o seu futuro lançando uma empresa de panificação na sua zona de residência.  Pessoas que já a visitaram, teceram os mais rasgados elogios pela sua qualidade e a higiene que apresenta. Em termos de clientela, considera que, pelo facto de fazer parte do coral do rei Roberto Carlos, isso a beneficiou com a afluência de clientes fãs do rei?

Bem, o mercado da música mudou muito de bons anos para cá. Então, resolvi investir num outro talento, a criação de pães artesanais integrais, que já fazia para consumo próprio desde menina. Então nasceu em 2008 o Canto do Pão. Antes fazia uma vez por semana na minha própria casa, no bairro de Santa Tereza e vendia para os amigos, vizinhos e quem mais chegasse. Na verdade, não é uma padaria de portas abertas como muitos acham, mas sim uma fábrica onde produzimos e distribuímos para uma rede de supermercados, lojas naturais, delis, restaurantes, pousadas, etc. Sinceramente não creio que exista essa relação cliente/fã do rei, acho que são caminhos distintos.
 
Trabalhando há anos com o Roberto, como você o vê? Como amigo ou como patrão?

Os dois juntos, presto serviços à empresa dele, procuro ser bem profissional e seguir as regras da casa, horários, responsabilidades e outras coisas, mas quando nos encontramos esqueço completamente dessas regras e trocamos um sorriso, um elogio, um abraço e meus olhos brilham de tanta admiração por ele!

Como você faz para administrar sua vida de empresária com a de back vocal da banda do nosso maior cantor?

Tarefa nada fácil... tenho que ter uma certa disciplina principalmente quando estou em grandes turnês, a vida de empresária é muito dura e quando saio de casa com passaporte no bolso a vontade é esquecer de tudo, tipo férias, mas fico ligada nos e-mail, WhatsApp, tambor, fumaça rsrs qualquer coisa que precise de minha opinião ou decisão. Conto com uma equipe de 13 leais funcionários na fábrica e com uma amiga/consultora  e advogada que me ajuda com maestria a administrar tudo. Um detalhe: nos conhecemos através dos shows do Roberto que ela já acompanha desde o início de sua carreira. Essas coincidências que a vida nos surpreende e presenteia!

Durante as viagens, as turnês, você deve ter passado por várias emoções junto ao rei e sua equipe. Conte para nós uma emoção que deixou marcas.

Muitas emoções e de todo tipo! Fiquei muito triste quando numa viagem em turnê para o México/EUA, meu passaporte ficou preso por algum motivo no consulado americano e não pude viajar com toda a equipe. Fui sozinha dois dias depois chegando no dia do show. Fiquei com medo de não me liberarem a tempo!
 
Em abril vocês irão para Portugal, onde, para além de dois concertos em Lisboa, farão dois concertos no Multiusos de Gondomar, na cidade do Porto, onde lá estará para aplaudi-los o maior fã de Portugal, o portuleiro Armindo Guimarães. Qual a emoção de cantar para os fãs Portugueses?

Tenho que confessar minha paixão absurda por Portugal, acho que seria o único lugar que moraria se deixasse o Brasil. Sou bisneta de português, cresci ao som da voz da minha mãe cantando músicas de Amália Rodrigues, fazendo doces portugueses que vendia na banca do mercado da cidade. Me sinto em casa já que moro num bairro do Rio que lembra Alfama. Os portugueses são espirituosos, calorosos e engraçados como nós, e a comida é das melhores do planeta. A emoção envolve tudo isso!

Finalmente, Roberto Carlos volta a cantar a mítica “Quero que vá tudo pro inferno” que tanto sucesso teve no Brasil e no mundo. Poderias nos dizer qual foi a emoção de a cantarem junto com o nosso rei?

Olha, eu mesmo não acreditava que na hora ele fosse cantar a palavra “inferno”, mas cantou. Depois, achava que não fosse para o ar essa música e foi! Roberto nos surpreendeu! O arranjo do maestro Eduardo Lajes ficou sensacional!

Gostarias de deixar uma mensagem para os fãs de RC?

Gostaria de agradecer infinitamente todo o carinho, a atenção e as boas vibrações que tenho recebido nesses 16 anos, já trabalhei com outros artistas, mas nada se compara aos fãs de Roberto, de uma lealdade e doçura indescritíveis!

Foi um prazer imenso ter feito essa entrevista para o Portal Splish Splash. Quem sabe não nos encontramos para um bom café com pastéis de nata?!

Beijo especial a cada um de vocês patrícios!

Jurema de Candia - Um mimo dos fãs

Compartilhar Google Plus
    Comentários

4 comentários :

  1. Foi um orgulho para o nosso Portal Splish Splash, e para nós foi enorme o prazer e muita a emoção em termos participado desta entrevista na qual a querida amiga Jurema, com sua simpatia, carisma e atenção, nos fez conhecer um pouco mais sua vida, a cantora que acompanha o nosso rei Roberto Carlos e a empresária Jurema de Candia.
    Obrigada amiga, além da linda voz, és uma pessoa especial!
    Sucesso sempre!
    Sou tua fã!
    Beijos
    Alba Maria

    ResponderEliminar
  2. Faço minhas as palavras da nossa amiga Alba Bittencourt. Estamos muitos gratos a Jurema de Candia que com a sua amabilidade e simpatia prontamente nos proporcionou tão importante entrevista. Bem haja!

    ResponderEliminar
  3. Eu fiquei tão emocionada que até chorei. Me identifiquei tanto com ela por também amar Portugal e sou neta de português.Concordo que o Show de Jeruzalém foi simplesmente maravilhoso, emocionante, eu amei e já assisti o DVD umas 5 vezes. Trouxe para a Suiça e estou mostrando a todos os amigos daqui e da Itália. Espero agora que saia o DVD do Show de Natal que não pude assistir. Parabéns querida Alba. Parabéns também para o querido amigo Armindo que está me devendo o livro dele que ainda não chegou á minha casa em Belo Horizonte.Um beijo para todos. Letty Maria

    ResponderEliminar
  4. Jurema de Candia é um presente de Deus pra nós fãs do Roberto, fina elegante, discreta linda e muito educada, somos amigas no face e só tenho que admirar mais mais essa linda mulher!

    ResponderEliminar