Entrevista com Ana Lucia (Lu Heringer) ex-back vocal da Banda RC9



Coordenação:
Alba Bittencourt
Danilo Bezerra
Armindo Guimarães

Cantora e compositora, Ana Lucia (Lu Heringer) andava na estrada desde os 14 anos tendo sido o seu maior sucesso "Desejos e Delírios" gravado por Fabio Jr. Em 1980 foi convidada a integrar a orquestra de Roberto Carlos (Banda RC9), como back vocal, até 2015 data em que se retirou para se dedicar inteiramente à pintura, latonagem e artes decorativas.

Depois de 35 anos na banda RC9, querida pelos fãs de Roberto Carlos, não se estranha que muitos tenham saudade da sua presença em palco ao lado de Jurema de Cândia e Luiz Carlos Ismail e lhe peçam que volte ao trio vocal que juntos formavam e que ficará para sempre nos anais da história de tantos e tantos shows por esse mundo fora.

Por isso, foi com muita honra que tivemos a permissão de Lu Heringer para esta entrevista e é com o maior prazer que a divulgamos, agradecendo a sua recetividade e grande simpatia.

Fale um pouco sobre Lu Heringer:

Como foi a criança, como foram os anos de juventude e sua fase como adulta. Basicamente estão me perguntando como foi minha vida toda! (risos). Fui uma criança feliz, uma adolescente complicada e uma adulta bem resolvida.

Você tem alguma mania?

Várias! Acho que quanto mais vivemos, mais as adquirimos. Algumas: interruptores e cabides no armário todos virados do mesmo lado. Quadros sempre retos. Sentar sempre na frente do computador com minha xícara de café. Se não tiver fico muito incomodada. Bem, lembrar assim é complicado. Mas, já deu para exemplificar, né?

E qual é seu hobby preferido?

Pesquisar imagens e assuntos que me interessam. Gosto muito de pintar, também. Estou fazendo cursos de pintura. 

Quando você passou a gostar de música? Sua formação musical iniciou em aulas de canto ou és autodidata?

Subi num palco com 6 anos de idade e ali soube que queria ser cantora. Cantei 'Arrastão' (Elis Regina) e fui aplaudida de pé! (risos) uma surpresa! Sabe quando o adulto pergunta: 'o que você vai ser quando ser crescer?' Eu respondia 'cantora' e eles passavam a mão no meu cabelo dizendo: 'ah que bonitinha!' Mas... Eu estava falando sério!!! Nunca estudei canto. Estudei piano quando era criança. Aos 8, 9, comecei a aprender a tocar violão (e até hoje não aprendi! (risos). Aos 14 comecei a cantar profissionalmente numa banda de rock em Brasília. Participei de todos os festivais da época e ganhei melhor cantora em vários. Participei de um grupo vocal com Oswaldo Montenegro, na época com 16 anos. Cantei em bailes, casas noturnas, festas, o que a gente chama de 'a estrada'. Em 1980 entrei para o vocal do RC e fiquei lá até 2015 (35 anos). Saí em 2015 por problemas de saúde. Não estava mais aguentando o pique de viagens. Hoje só canto no meu quarto com meu violão kkk.

Paralelamente à música havia as cores, pincéis, lápis, telas, peças. Essas duas coisas sempre andaram juntas, desde pequena. Mamãe ficava maluca (risos). Eu queria todos os lápis de todas as cores que existiam. Desde 2009 tenho uma loja virtual onde vendo material para a técnica da latonagem e artesanatos em geral. Agora sou empreendedora e empresária. Mas, continuo cantando e pintando :)

Como começaste a gostar de Roberto Carlos?

Sempre gostei! Desde da primeira vez que o vi. Na minha rua, na época da Jovem Guarda, só a gente tinha televisão. Vinha todo mundo ver em casa! Era incrível. Lotava nossa sala de pessoas de todas as idades sentadas no chão, em pé na porta. Era uma época muito mágica e meu amor por ele era imenso! Quando entrei para a banda ainda era big fan dele. Demorou uns 3 anos para eu não ficar nervosa perto dele (risos). Nem preciso dizer que gosto dele até hoje, né?

Como foi a primeira vez que você viu o Roberto?

Essa história é longa (risos). Eu o vi com uns 11, 12 anos de idade no Grande Hotel na cidade de Águas de São Pedro. Ele estava com a Nice. Falou comigo, meu deu beijinho. Foi o máximo! Depois, fui vê-lo novamente em 1976 no show nº 2000 do Pinga em Aracaju/SE. Haviam vários artistas como o Benito de Paula, Antônio Marcos, vários.

Esse dia foi a minha estréia como repórter e apresentadora do Jornal Hoje na Globo local. Na época, não havia faculdade de comunicação lá. Então, qualquer pessoa podia exercer a profissão. Vi um anúncio. Fui lá. Ganhei o emprego de apresentadora e trabalhei por mais dois anos fazendo isso! (risos). E meu primeiro entrevistado foi…. Adivinha? Adivinha? Adivinha? Siiimmmm! Meu primeiro entrevistado foi Roberto Carlos! Essa entrevista rodou o Nordeste todo na Globo. Foi muito legal!

Após isso, fui vê-lo novamente num show em Brasília no ano que voltei de Aracaju. Lá conheci o Wanderley e a banda toda depois do show. Cantei, Wanderley adorou. Fiz uma fita (risos) e Wanderley me levou num ensaio no Anhembi. Ele me reconheceu (a repórter de Aracaju (risos). Acabou não acontecendo NADA com a fita (risos). Mas, no final do ano recebi um telefonema do Wanderley perguntando se eu queria cantar com o RC. A garota do vocal tinha casado e mudado para os Estados Unidos, se não me engano. Pedi demissão de onde estava cantando, terminei com o noivo, comprei a passagem para o Rio de Janeiro, arrumei a mala e fui. Fico até emocionada ao lembrar disso. Eu sabia de alguma forma que era um chamado do destino, da vida. E lá fiquei por 35 anos no vocal do rei. Acho que quando as coisas têm que ser, elas são. Sem querer parecer pedante, de modo algum, acho que eu fui a escolhida por Deus para ocupar aquele banquinho por aquele tempo todo. Aquele lugar era meu. Foi uma pena imensa ter que abrir mão dele. Mas, as coisas são como são e me sinto muito feliz por ter podido participar da vida artística do Roberto por tanto tempo. Um presente de Deus em minha vida com certeza.

Você lembra em que ano foi sua estreia nos palcos com o Rei?

Foi em 1980 na cidade de Araraquara - SP. Eu tremia dos pés à cabeça, mas deu tudo certo, Roberto aprovou e lá fiquei até Junho de 2015.

Como é trabalhar diretamente com um Rei?

Não é tão fácil quanto a maioria pensa. Ele é bastante exigente e tem que ser mesmo. Porém, ele é muito bem educado quando se dirige às pessoas. Um cara bacana e justo. Na verdade, o pessoal daquela banda toca há tanto tempo junta que se um dia o maestro Eduardo Lages disser que é de trás pra frente, sai! (risos). Então, raramente havia algum problema e tudo corria muito facilmente.

Uma época muito legal da minha vida. Conheci quase que o mundo todo e tenho muitas recordações ótimas. Assim como tenho saudades de todos meus amigos da banda, da técnica, da produção. Uma galera super cool, todos ótimos profissionais e pessoas da melhor qualidade. Mas, como me disse Ismail, tudo tem um fim. Mas, opa! não me venhas de lenço em mãos, ó pá!!! (risos). Sou muito feliz hoje também. Cuidando da minha loja, dos meus clientes, com o olho na bola, como uma verdadeira empreendedora. Tô muito feliz e vamo que vamo!

São muitas as fãs que gostariam de apenas por um minuto de ficar perto do RC, nos conta qual a emoção de teres ficado por tanto tempo tão próxima a ele?

O Roberto é um cara maravilhoso! Um ser de luz. Quando chega o ambiente se ilumina. Tem zilhões de fãs no mundo todo. Poder fazer parte da parte mais importante da vida dele (na minha modesta opinião) que são os shows ao vivo, que é quando ele realmente tem a oportunidade de poder usar e abusar do dom que Deus lhe deu de comunicação com as massas é algo muito especial. Ele leva sonho, emoção, amor, fantasia, só coisas boas às pessoas nos shows ao vivo. Elas saem leves, se sentido especiais por poder ter estado perto dele. Essa, para mim, é a maior missão do Roberto na vida. Passar essa coisa boa que ele passa com sua presença e talento nos shows. Poder estar ali, participando daquilo tudo, é acima de tudo uma honra e um privilégio. Nas minhas orações antes dos shows sempre agradecia a Deus por poder estar lá.

Você acompanhou de perto muitos os repertórios das apresentações do Roberto Carlos. Se tivesse de formar um setlist com cinco músicas, quais seriam?

'Eu preciso de você'. Amo, amo, amo essa música! De todas dele é a que mais gosto. 'Coração', 'Cenário', 'Olha' (minha música de 'canjas' na noite) e em 5º coloco todas as outras. É difícil escolher entre tantas músicas lindas.

Nos "Bate-papos entre Roberto e eu", do Armindo Guimarães, você e a Jurema entram sempre numa de falaram para o Roberto ao mesmo tempo, como se estivessem num ensaio ou num show, provocando risada em todos, exceto no Roberto, que sempre diz: "Meus amores, não precisam de falar em dueto. Não estamos ensaiando, mora!". É mesmo ficção ou já aconteceu?

Coisas de Armindo Guimarães! (risos). Eu ri muito com esses seus escritos.

O que representou para ti esses anos de convívio com a Equipe de RC?

No resumo: a história de grande parte de minha vida é contada através desse trabalho.

Gostarias de deixar uma mensagem para os fãs de RC?

Com certeza! Uma das coisas que mais me impressionaram (positivamente) nesses anos todos foi o amor, o carinho e fidelidade que as e os fãs do Roberto têm por ele. Tem uma galera delas com pessoas bacanérrimas, queridas, amadas, com as quais acabei fazendo amizade. Não vou citar nomes para não correr o risco de esquecer alguém - minha memória não anda grandes coisas e não quero, de modo algum, ferir sentimentos. Só tenho carinho por vocês! Admirável o que vocês fazem para estar sempre perto dele. Como é grande o amor de vocês por ele!

O que dizer minhas queridas e queridos? Agradeço o carinho com que sempre me trataram e peço a Deus que continue mantendo essa chama tão linda acesa nos corações de cada uma/um de vocês porque ela só faz bem.

Muito obrigada Armindo, Alba, e Danilo, pelo convite! Foi uma honra para mim, viu? Que Deus abençoe vocês e todos aqui abundantemente.

Ana Lucia Heringer - Um mimo dos fãs
Compartilhar Google Plus
    Comentários

23 comentários :

  1. Linda entrevista e eu gosto muito da Lu Heringer. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brigadão Walmir! Muito bacana da sua parte deixar um recadinho tão bacana. Abração :)

      Eliminar
  2. Adorei a entrevista com a Lu ela é uma simpatia!!!!
    Sempre atendeu a todos os fãs com um grande sorriso!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você é uma fofa querida Vitória! Você e a gang toda hehe! Saudades de vê-las. Beijão queridona <3

      Eliminar
  3. Parabéns pela entrevista. Uma grande profissional que fez parte das nossas emoções!

    Blog Música do Brasil
    www.everaldofarias.blogspot.com

    Um forte abraço a todos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho Everaldo! Foram muitas emoções hehe! Abração e fica com Deus :)

      Eliminar
  4. Armindo, Alba e Danilo! Primeiro pelo convite da entrevista e depois pelo modo como montaram tudo. Muito legal! O vídeo no final foi uma surpresa imensa e ainda ao som de 'eu preciso de você' executada pelo mi maestro querido Eduardo Lages. Obrigada Maria Vitória e Everaldo pelos carinho dos comentários, viu? Deixo um beijo grande a todos e que 2017 seja um ano bem bacana para vocês! <3

    ResponderEliminar
  5. Parabéns amada Lú! Com certeza vai fazer falta no palco do RC! ❤️❤️❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ô Denise amadinha! Brigadão pelo carinhooo! Você nunca me viu nos show com o rei, né? Era bem legal. Iria adorar saber que você estava na platéia. Beijãozão querida. I love you (coraçãozinho)

      Eliminar
  6. Ah merecidíssimo esta entrevista;uma profissional com 35 anos no mesmo *emprego* é pra poucos.
    Lu parabéns por ser quem vc é.
    Beijos.
    <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tania, amiga querida, 35 anos não 35 dias, né? hehe!! Sinto saudades, claro, mas estou super bem na minha nova vida e agora trabalho por algo que é meu ;) Brigadão pelo carinho, por ter vindo e deixado recadinho! I love you (coraçãozinho)! Quando vier fazer worshop em São Paulo, essa peças lindas que você faz, me avisaaaa rsrs. Beijãozão

      Eliminar
  7. Olá, Lu Heringer! Nós é que agradecemos a honra que nos deu proporcionando-nos tão importante e significativa entrevista. Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brigadão Armindo! Você mora no meu coração. Abração :)

      Eliminar
  8. Arlindo, Alba e Danilo queridos: Olha... Eu não saí do RC para me dedicar à pintura ou latonagem hehe! Quem me dera! Eu tenho uma loja virtual (Casa da Latonagem. com) que é uma papelaria especializada na venda do material para a linda técnica da latonagem. Trabalho ao redor de 10 horas por dia, de domingo a domingo. Sou empresária e empreendedora acima de tudo. A intenção é, numa velhice mais avançada, hehe, poder me dedicar à pintura, fazer meus trabalhos e essas coisas que amo fazer!! É o que mais quero da vida. Beijos mil para vocês (coraçãozinho)

    ResponderEliminar
  9. Armindo Guimarães, parabéns pela excelente entrevista. Uma entrevista tão fácil de ser entendida! Ana Lucia, é uma pessoa querida, generosa. Rogo a Deus que a vida da Ana Lucia, seja sempre de muita paz, amor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Laura! O mesmo para você e para todos nós :)

      Eliminar
  10. Linda história, de grandes emoções vividas. Salpicada de muito carinho, ternura e admiração de uma fiel escudeira ao seu ídolo, tal qual constelações de estrelas, no céu!
    Lu Heringer, parabéns pela maravilhosa entrevista!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ô querida, muito obrigada por tão belas palavras! Agradeço o carinho :) Bjao

      Eliminar
  11. Eu que ando a escrever sobre Roberto Carlos desde 2010, acho interessante, e de todo justo, falar-se das pessoas que o rodeiam, pelo menos aquelas que merecem credibilidade, como é o caso presente. De resto, e para que conste, a recente entrevista que fiz ao Cassol Júnior foi colocada entre as 10 mais lidas. Está de parabéns este Portal e a sua respectiva redação da qual faço parte. Um abraço à Lu e votos de muitas felicidades futuras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos Alberto, com certeza todas pessoas à volta de um grande artista são importantes. Até que o show comece muuuita coisa foi feita por muuita gente! Muito legal isso quando se analisa por esse lado. Através do desempenho de cada um em sua área é criada a receita perfeita para que o Rei brilhe, como sempre brilhou e sempre irá brilhar, ao pisar no palco - O delirio da platéia - todas as vezes! - é algo muito bom de se presenciar por 35 anos. Parabéns pelo sucesso da publicação! Abração e um 2017 bem bacana para você e todos os seus

      Eliminar
  12. Parabéns linda, amei tudo maravilhoso, você merece tudo de melhor 😚❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Janio :) Abração e ótimo 2017

      Eliminar
  13. Me emocionei com essa LINDA entrevista! Tenho a honra de ter uma foto com você. Realmente sinto sua falta no palco, sua alegria, seu sorriso contagiante ...Parabéns pelo lindo trabalho e por ter definido tão precisamente Roberto Carlos. Nosso Rei! Que DEUS te abençoe!

    ResponderEliminar