Simplesmente Roberto, um show para recordar



Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
É sempre enorme a expectativa quando se trata de um show de Roberto Carlos transmitido pela Globo. Sim, só pela Globo, porque, como se sabe, Roberto Carlos é exclusivo da conhecida empresa.
E este Especial de 2016, tinha vários atrativos, de acordo com o que foi divulgado após a sua gravação. De tudo o que se disse e escreveu com tópicos, redobrou a expectativa para os fãs telespectadores.

O Simplesmente Roberto Carlos.
Será exagero dizermos que o Brasil praticamente parou para assistir a este Simplesmente Roberto Carlos? É vero! Roberto é Roberto com todo o seu carisma. Até em Portugal o show contou com enorme participação de telespectadores, segundo soubemos junto de uma fonte ligada à Rádio Televisão Portuguesa. E sabe-se que, em abril, Roberto Carlos estará no nosso país para comemorar o seu aniversário (em Lisboa no dia 19 de abril) e um outro show no Porto, concretamente em Gondomar.
E prendeu-nos a atenção a presença de Rafa Gomes a cantar com o rei. Grande personalidade desta menina que foi revelada no The Voice Kids. Que criança maravilhosa. Impressionante aquele à-vontade ao lado do rei. Pois, a princesinha.  Que voz, que benção!
Depois, o lançamento em primeira mão do clipe da música “Chegaste”, que, como se sabe, Roberto gravou com a lacradora Jennifer Lopes, em Los Angeles. De arrepiar.
Mas um dos momentos mais esperados consistiu em ver juntos com Roberto os arautos da Música Popular Brasileira, Caetano Veloso e Gilberto Gil.
E a Marisa Montes dançando coladinha ao rei. Que sensação, que encontro tão apetecido. Marisa veio de branco para matar saudades do Roberto. Ela dixit.
Zeca Pagodinho com o seu samba, aplaudido e reconhecido. Caso para se dizer: que-a-vida-jamais-os-leve-para-o-outro-lado-da-mesma. Como afirmou Roberto, o "cara do samba".  E o Zeca veio de azul para homenagear o rei.
E, naturalmente, não podia faltar um show-dentro-de-outro-show, isto é, a banda dirigida pelo maestro Eduardo Lages que acompanha Roberto Carlos há mais de seis lustros. Como digo sempre, Eduardo Lages o "outro lado" de Roberto Carlos.
De resto, a grande apoteose com a entrega das rosas, antecedidas de Jesus Cristo. Uma rosa oferecida por Roberto Carlos, é sempre motivo de orgulho de quem a recebe. Inclusive, para muitos fãs, nomeadamente senhoras, é como de um troféu se tratasse.
Que venha o 2017 com Roberto Carlos na sua plenitude. Muito ainda tem para dar aos seus fãs por esse Brasil lés-a-lés e também no exterior, começando por Portugal em abril.
Por fim, acrescentar que foi tão bom recordar algumas velhas canções do rei, como, por exemplo,  Quero Que Vá Tudo Pró Inferno.
Quase que me esquecia. E este: O Milton Guedes a solar na sua gaita. Que espetáculo! E aqui lembrei-me de alguém que toca castanholas...
                                            


                                                
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário