Plus Talent muda estrutura de negócio e agora é Plusnetwork

Uma das maiores empresas do segmento de música eletrônica do país comemora 20 anos e anuncia nova estrutura de negócios ao dividir-se em quatro frentes horizontais de trabalho

Portal Splish Splash

A Plus Talent, uma das maiores empresas de música eletrônica do país, celebra 20 anos de atuação anunciando novo nome, Plusnetwork, e uma reorganização na estrutura de trabalho, que visa gerar maior agilidade e eficiência. A empresa passa a dividir-se em quatro frentes horizontais: agenciamento de artistas de música eletrônica; gestão 360 de carreiras; concepção, planejamento, produção e promoção de eventos próprios; e por fim projetos especiais feitos sob medida para marcas.

A estrutura organizacional da empresa havia crescido consideravelmente desde a fusão com a holandesa ID&T, em 2013, em função da compra das duas pela americana LiveStyle (ex-SFX) – e que possibilitou a realização de duas edições do festival Tomorrowland no Brasil. Agora, o ajuste estrutural surge como fruto de um processo de realinhamento estratégico, desenvolvido a partir de uma visão compartilhada de futuro entre as empresas e como forma de fazer com que funções, processos e modelos de negócio tornem-se mais eficientes e claros para todos os stakeholders.

“A Plus Talent surgiu como pioneira no agenciamento de DJs nacionais e internacionais. De lá para cá, atuamos com alguns dos maiores eventos e artistas deste segmento, o que nos proporcionou o know-how no mercado musical e em comportamento jovem para oferecer soluções completas para nossos clientes B2B, assim como experiências memoráveis para nossos clientes B2C. Nós já fazíamos isso antes da fusão, mas agora estamos com uma equipe mais completa, alguns vindos da ID&T, o que exige um novo pensamento sobre nossa estrutura e a maneira como a apresentamos ao mercado”, diz Luiz Eurico, diretor geral.

A nova área de gestão de carreiras fica sob comando de Edo Van Duyn, holandês que mora no Brasil há dez anos – e tem o mesmo tempo como profissional da empresa -, que passa a acumular essa função com a direção de turnês internacionais.

Já as áreas de eventos e projetos especiais tem Andréa Galasso, ex-CEO do Banco de Eventos, como sua líder.

Nas diretorias transversais estão Rutger Scharloo, também holandês e responsável por produção e operações para eventos e projetos especiais, e Mauricio Soares, responsável por marketing e estratégia para as quatro frentes de atuação da empresa – ambos vindos da ID&T.

A mudança, contudo, não implica numa completa reformulação de cargos: à frente da área de agenciamento artístico permanece Silvio Conchon, há dois anos como Talent Director da empresa, responsável por uma equipe de agentes voltados tanto para artistas nacionais quanto internacionais.

Sobre a Plusnetwork

A Plusnetwork é uma das maiores empresas do país no segmento de música eletrônica, pioneira em bookings e gestão de carreira de artistas nacionais e internacionais no Brasil. Sua atuação é dividida em quatro frentes: agenciamento artístico; gestão de carreiras; eventos e projetos especiais. Contando hoje com mais de 50 dos maiores artistas nacionais de música eletrônica em seu casting, a Plusnetwork está também envolvida com a concepção e execução dos mais relevantes eventos do seu segmento no país, apresentando no currículo projetos como Skol Beats, Nokia Trends com Fatboy Slim na praia do Flamengo, Skol Sensation e mais recentemente o festival Tomorrowland Brasil.
Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário