Homenagens à Maria Bethânia pelos 70 anos de vida e 50 de carreira se sucedem



Bethânia recebe das mãos do reitor João Carlos Salles o título de Doutor Honoris Causa 
(Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

Maria Bethânia recebe título de Doutor Honoris Causa e brinca: 'Doutora Maricotinha'

Bastante aplaudida, a cerimônia aconteceu na Reitoria da Ufba, com a presença de professores da instituição, familiares da cantora e artistas como Capinam, Tuzé de Abreu e Margareth Menezes. 

Hilza Cordeiro

A condecoração, que é concedida às personalidades que contribuíram para o desenvolvimento das diversas áreas do conhecimento, foi solicitada pelos representantes da Escola de Arquitetura e acatada com unanimidade no Conselho Universitário (Consuni) pelas Escolas de Belas Artes, Teatro, Dança e Música da universidade. A premiação chega no aniversário de 70 anos da instituição, mesma idade de Bethânia, e na véspera dos 50 anos do movimento tropicalista.

Como uma das requerentes, a professora de Arquitetura Griselda Kluppel, justificou que a “arquitetura é onde se desenvolve a vida humana, na qual a música se faz e se desfaz. Música e arquitetura dialogam com o seu tempo e vão além dele”, disse. O reitor acrescentou que Bethânia atravessa as disciplinas, “ela reinventa a ligação íntima entre a música e a poesia. Por isso mesmo, esse título poderia ter sido dado ainda pelas Escolas de Letras e Filosofia”, completou.

Nos discursos, os professores relembraram os feitos da intérprete e exaltaram suas distintas formas de expressão, como a plasticidade e a dramaticidade, além do seu papel educativo na difusão da literatura poética. “Bethânia fez o Brasil ser apresentado ao Brasil, recuperando suas raízes, a religiosidade, a legitimidade do povo negro e a cultura do interior”, afirmou Meran Vargens, professora da Escola de Teatro. “Ela também coleciona feitos como ter sido a primeira mulher a alcançar um milhão de discos vendidos com o álbum Álibi”.

(Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

Familiares da cantora, como os irmãos Rodrigo, Clara e Mabel Veloso, acompanharam a cerimônia - o irmão Caetano foi condecorado em 1998, em cima de um trio elétrico, como símbolo de quebra das fronteiras da academia com a sociedade. Gilberto Gil foi homenageado em 2005. A Ufba concedeu 125 títulos à personalidades desde 1948. Também estiveram presentes o poeta José Carlos Capinam, a cantora Margareth Menezes e o compositor Tuzé de Abreu.

O diretor e dramaturgo Gil Vicente Tavares, relembrou ainda a importância do reitor Edgard Santos, um dos fundadores da Ufba, na promoção da cultura. “O grande mérito dele foi que ele revolucionou não apenas nossa província, mas o país inteiro, e Bethânia é fruto desse caldeirão. Essa homenagem é um ciclo, é ela retornando a esse espaço. Além disso, para a Ufba, isso é importante porque demonstra sensibilidade e acolhe a comunidade”, avaliou.

Comovida, a cantora agradeceu o carinho. “Recebo isto com humildade e emoção. Minha voz hoje soa como agradecimento. Deus colocou em meu caminho a missão de fazer chegar nas pessoas as palavras, os pensamentos e a poesia”, finalizando com um trecho da canção Yá Yá Massemba, de Roberto Mendes e Capinam. “Vou aprender a ler para ensinar os meus camaradas”, entoou.

(Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

No evento apenas “como fã da cantora”, a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Olívia Santana, disse que a admira como entidade. “Ela é mais que uma artista, é forte, se impõe e nos inspira a seguir”, exaltou.

A professora de filosofia Marina Gonzalez chegou, na quinta-feira (7), do Uruguai especialmente para participar do momento. “Ela é um ícone, o título é merecidíssimo. O que me comove nela é a humildade e a personalidade”, disse. Para o doutorando em Teatro, Rafael Almeida, 29, o “prêmio vem como um reconhecimento dessa estrada de 50 anos de carreira muito bem percorridos”.

In
correio24horas
-------------------------
Maria Bethânia recebe título da UFBA
 
 
Maria Bethânia recebe título Doutor Honoris Causa da UFBA | 09/12/2016 (by JLima)  
 
 
Maria Bethânia - “Abraçar e Agradecer” Portugal 
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário