Holiday Heart Syndrome: problemas no coração são mais comuns no fim do ano, alerta especialista


 Fotocomposição Portal Splish Splash

Correria para cumprir prazos, despesas extras e organização das festas de fim de ano podem provocar também depressão

Só no Centro de Valorização à Vida, o número de ligações com pedidos de ajuda cresce 20% nesta época do ano

 
Alba Bittencourt
Portal Splish Splash

O estilo de vida influencia e muito na saúde física e mental de qualquer um. O dia a dia já é puxado, mas no fim do ano o acúmulo de funções desde as entregas de relatórios e planejamentos no trabalho até a ceia de Natal e Ano Novo e a programação das férias das crianças acaba elevando o nível de cortisol, hormônio de estresse, no organismo.

De acordo com a Isma – BR (Internacional Stress Management Association - Brasil), o estresse aumenta 75% no último mês do ano. Essa correria para tentar cumprir prazos, organizar as despesas extras e as festas de fim de ano, além do estresse, provoca também depressão. Segundo dados do CVV, o Centro de Valorização à Vida, o número de ligações cresce 20% nesta época do ano.

“O estresse e a depressão elevam o nível de cortisol no organismo, o que faz com que a frequência cardíaca e a pressão arterial aumentem também. Além disso, com a quantidade de atividades que precisam ser feitas no fim do ano, a pessoa que já tem diabetes e hipertensão, por exemplo, pode se esquecer de usar os medicamentos e agravar ainda mais o problema de saúde”, explica o especialista Anis Mitri, cardiologista do CECAM.

Excessos nas festas e o Holiday Heart Syndrome

Outro problema dessa época são os excessos nas festas de fim de ano. Tanto de comida como de bebida. A gordura e o sal podem causar problemas gastrointestinais. O exagero nas bebidas já é mais perigoso porque afeta, diretamente, o coração. “O uso de substâncias estimulantes, como álcool ou drogas, faz a pressão aumentar subitamente e o coração disparar, o que pode levar ao infarto, arritmias e AVC”, esclarece Mitri.

Nos Estados Unidos, os excessos são tão comuns que já existe até um nome para os sintomas que acometem as pessoas após as festas de fim de ano e podem causar problemas graves de saúde. Conhecido como “Holiday Heart Syndrome” – que numa tradução livre seria algo como “Síndrome do Coração Após Feriados” –, a condição acontece depois dos exageros, principalmente com álcool, que “tem efeito estimulante e inflamatório do tecido de condução cardíaca. Isso faz com que pessoas com pré-disposição, possam ter descompassos, irregularidades e aumento dos batimentos”, explica.

Ainda segundo o cardiologista, aproveitar as festas sem exagero, praticar atividades físicas em locais abertos, ter contato com a natureza e providenciar check-ups anuais é a melhor forma de começar o próximo ano bem e com a saúde em dia.

Licenciada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora militante do Portal Splish Splash e Administradora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal.

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário