Armindo Guimarães com “difícil” missão




Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Desde que foi confirmada a ida de Roberto Carlos a Portugal, o rei ficou sobre escuta no que concerne aos telefonemas com o seu maior fã no país luso, um gajo do carago que dá por nome Armindo Gonçalves Guimarães. E, paradoxal que possa parecer, nós temos acesso a essas conversas, uma vez que a fonte tem grande confiança neste escriba e no seu parceiro “Zé da Pipa”. Porém, o “Zé da Pipa” fica de fora porque é muito linguareiro e, na praia da Urca, pode dar com a “língua nos dentes” e o Roberto, que reside ali bem pertinho, tomar conhecimento de quem foi a “entidade” que o colocou sobre escuta nos diálogos com o tal gajo do carago.
Ora, na passada semana, o destemido Armindo Guimarães ligou para o Robertinho para saber se estava tudo bem e consequentemente aproveitar a oportunidade para lhe desejar um Feliz Natal. Até aqui tudo bem. Mas, o nosso “Mindinho das Meiguices” foi altamente surpreendido por uma proposta (a roçar a exigência) do rei. E tem mesmo o seu quê de surpreendente. Vejamos o que dizia Roberto ao Armindo:
“Não é só ser o meu maior fã em Portugal. Por isso, tenho uma missão para o meu estimado amigo que consiste em convidar o Pinto da Costa para jantar conosco num dos dias em que permanecerei no Porto, sugerindo o dia a seguir ao espetáculo”.
Armindo quase ficava afónico e questionou o Roberto do porquê o Jorge Nuno Pinto da Costa?

Roberto respondeu-lhe: “Dizem que ele é meu concorrente em termos de mulheres e que, recentemente, casou de novo. Como tal, desejo conhecer essa emblemática figura, também presidente do Futebol Clube do Porto. Mas pretendo que ele leve a esposa para eu a mirar dos pés à cabeça. Por outro lado, direi que é meu concorrente pelo número de vezes que já casou. Quanto à popularidade, comigo não se compara, visto que sou o mais amado deste Brasil. E como o Brasil é muito (muito mesmo) maior do que Portugal, não há hipóteses de ele aqui ser meu concorrente. Inclusive, sabe-se que o JNPC só é popular no Porto, fora da Invicta é “persona non grata”.
Armindo comentou com o Roberto que estava perante uma “difícil” tarefa, mas que envidaria todos os seus esforços para levar o Pinto da Costa até junto do rei que, por seu turno, ainda acrescentou:

“Armindo, quero um bom restaurante e que disponha de um piano para termos a companhia do Eduardo Lages depois do repasto. Reservas uma mesa oval, se possível, para seis pessoas, outra mesa normal para três, que são os meus seguranças. Na oval, estarei eu, tu, o Pinto da Costa e a mulher, o meu empresário e, claro, o Eduardo Lages que também é filho de Deus”.
Armindo não ficou apreensivo, mas, pelo que constatamos na gravação, a sua voz ficou um pouco trémula. Despediu-se do Roberto com um abraço e que ele podia contar com a sua melhor colaboração. Depois de baixar o telefone, o que terá pensado? Talvez isto: tanto que eu queria agora ao meu lado aquele portuga que está no Brasil e que só me lixa a cabeça com as suas crónicas de humor e de ficção. 
Roberto Carlos - Emoções

Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Atualmente com site próprio (http://jornalistacarlosalbertoalves.blogspot.com) e contribuidor diário no Portal Splish Splash e no site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. jornalistaalves@bol.com.br

Compartilhar Google Plus
    Comentários

1 comentários :

  1. Não sei como é que o nosso bate-papo foi divulgado antes de eu o ter escrito. De facto, depois dos 50 bate-papos telefónicos que tive com o RC e que constam em livro, passou-se mais de 2 anos, e ontem, surpreendentemente, o cara telefonou-me e eu:
    - Ena, pá! Pensei que a malta se ficava pelos 50, mas afinal...
    - Bicho, acontece que eu estava lendo seu livro e chegando ao 50.º bate-papo, me perguntei: "Não há mais?" e então eu me lembrei que pra haver mais tinha que telefonar pra você, e então...
    - Ó Roberto, foi preciso chegares à última página para me voltares a telefonar, carago?!
    - Bicho, cê sempre o mesmo, mora! Você é o único fã que tem primazia de receber meus telefonemas e mesmo assim tá sempre reclamando, pôxa!

    ResponderEliminar