Carlos do Carmo foi hoje condecorado pelo Presidente da República


Carlos do Carmo condecorado: "Este reconhecimento não me envaidece, responsabiliza-me"

Este reconhecimento "não me envaidece, responsabiliza-me", foram estas as palavras de Carlos do Carmo após a condecoração desta tarde, dia em que o fadista foi agraciado pelo Presidente da República com o título de Grande-Oficial da Ordem do Mérito. A cerimónia decorreu este sábado no Palácio de Belém e Marcelo Rebelo de Sousa deixou rasgados elogios a Carlos do Carmo, destacando o cidadão e artista que enalteceu o nome de Portugal no exterior.

No final da condecoração o fadista não escondeu a alegria, "estou muito feliz, muito obrigado. Há pessoas que dizem que receber prémios não é nada de significativo, e até há os que recusam, mas eu acho que não, eu acho que os prémios têm a ver com certeza com qualquer coisa que andamos a fazer na nossa vida, e se somos reconhecidos pelo que fizemos eu acho que é um prémio que caiu-nos muito bem. Não me envaidece, responsabiliza-me. É outro departamento", afirmou Carlos do Carmo aos jornalistas.

"Se há realidade que nos surpreende cada dia em Carlos do Carmo é a sua juventude eterna, a sua capacidade de reinvenção, de em cada década que passa parecer mais jovem e encontrar novas formas para cá dentro e lá fora servir o país", manifestou o Presidente da República.

Embaixador "qualificadíssimo" da promoção do fado lá fora, Carlos do Carmo merece elogios, nas palavras de Marcelo, pelo seu mérito "civil, cívico e comunitário". O fadista também aproveitou para tecer elogios ao "consulado" de Marcelo Rebelo de Sousa em Belém, nomeadamente ao "reforçar da auto-estima dos portugueses" por si potenciada.


Com 76 anos de idade e mais de 50 de carreira, Carlos do Carmo é um dos mais reconhecidos, premiados e aclamados fadistas de sempre. "Eu anteontem [quinta-feira] não sabia que ia ser condecorado. Palavra de honra", disse depois Carlos do Carmo, asseverando que um dos prémios que gostaria de conquistar no futuro mais próximo era o de ter "um bisneto ou uma bisneta". "Sou candidato", disse, acrescentando ter já netos com "24, 25 anos".

Antes da distinção de hoje, o cantor já tinha sido distinguido, em 1997, pelo então Presidente Jorge Sampaio, com a comenda da Ordem do Infante Dom Henrique.

Carlos do Carmo foi o primeiro português a receber um Grammy, aconteceu há cerca de dois anos, em Novembro de 2014, e na altura a Rádio Comercial prestou homenagem ao fadista. Juntámos 32 artistas que cantaram "Lisboa Menina e Moça", um tema emblemático do Fado e da carreira de Carlos do Carmo.

 

in-http://radiocomercial.iol.pt
alda jesus

Sobre a autora

Alda Jesus - Doutorada em Robertologia Aplica e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário