Retrospecto - Roberto Carlos fez-me despertar para a quadra natalícia





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Está à porta mais um Natal e consequentemente mais um show do Roberto Carlos na Globo. E já são 43 anos neste ritual. Mas, para mim, o 42 foi especial para mim. E aqui passo em retrospecto o que escrevi nessa altura.
Sempre digo que Natal é todos os dias. Natal é sempre quando o ser humano quiser. Porém, no Natal de 2015, por circunstâncias que aqui não vou relatar, passava-me ao lado. Nem as luzes colocadas nas árvores, nem os spots publicitários das televisões me encaminhavam para o Natal de 2015. Teimosia minha, talvez. Irrealidade, não. E o motivo também não vou aqui registar nesta matéria.
Aguardava ansiosamente (aqui sim como uma criança que espera pela passagem do Papai Noel) pela noite do dia 23 para assistir ao show de Roberto Carlos, o tal show de Natal que a GLOBO proporciona. E já são 42 anos (43 em 2016) de casamento com o rei Roberto Carlos. E o momento chegou, recordando a JOVEM GUARDA. Pois é... Foi a partir da JOVEM GUARDA que comecei a ser fã do rei. E aqui também recordei os muitos momentos em que, numa papelaria lá da santa terrinha, semanalmente procurava por LP’S do Roberto Carlos. E pelo tempo fora comprei muitos, os tais discos de vinil. E também me fez recordar aquela frase do funcionário da referida papelaria: “O senhor Carlos sonha com Roberto Carlos?”. De fato, naquela fase jamais me passou pela mente que um dia havia de ver Roberto Carlos ao vivo e que, também, fundamentalmente, iria escrever muitas páginas sobre o maior cantor romântico da América do Sul e um dos mais prestigiados à escala mundial. É verdade, sem sonhar, a realidade chegou. Shows no Rio de Janeiro (Maracanã e Macaranãzinho), duas coletivas englobadas no Projeto Emoções em Alto Mar (2011 e 2012) em representação do Splish Splash e o último ainda no ano transato em São Paulo, na arena do Palmeiras, show esse que assinalou os 74 anos de vida do rei.
Sem dúvida que este Especial de Natal foi emocionante. As canções que muita gente acompanhou no início da carreira de Roberto Carlos, canções essas que jamais serão esquecidas pelo tempo fora e que, obviamente, passarão de gerações para gerações. Aqui Roberto Carlos será eterno.
Eu estava adormecido nesse Natal de 2015, quiçá por estar longe da família e por outros motivos de sentimentalismo que são do meu foro íntimo. Contudo, Roberto, nesta memorável noite de 23 de dezembro de 2015, fez-me despertar que, dois dias depois, era DIA DE NATAL. Obrigado Roberto por me fazeres recordar o início da minha intensa procura dos LP’S editados pela tua gravadora. Afinal, a JOVEM GUARDA marcou muita gente que ainda hoje está do teu lado. E vou terminar com aquela frase que tem sido original da minha parte em muitos dos anteriores escritos: VIVE LE ROI!
Roberto Carlos MENSAGEM DE NATAL
Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário