ÀS QUARTAS – FEIRAS – Da “mágica do computador”





Por: Carlos Alberto Alves
jornalistaalves@bol.com.br
Facebook
https://www.facebook.com/carlosalberto.alvessilva.9
Um depoimento que em tempos   idos veio da Bélgica - Ocenilda, Verviers - Bélgica
Eu fui contactada pela produção do Faustão no dia de meu aniversário 29.11. passado. Meu nome foi indicado pelo Fã-Clube Oficial do Rei em Niterói. A produção do Faustão queria me entrevistar e entrevistar algumas fãs do Rei no Brasil e no mundo. Eles contrataram uma produtora de Bruxelas que veio até a Escola onde eu trabalho na cidade de Sprimont e me entrevistou. As perguntas foram estas: desde quando eu comecei a ser fã do Rei; qual o papel importante que o Rei desempenha em minha vida tanto profissional quanto pessoal e no final eu deixava uma mensagem para o Rei de parabéns pelo Troféu Mário Lago e também de feliz Ano Novo. Eu respondi a todas as questões, dei os parabéns pelo Troféu Mario Lago e terminei recitando para ele o “Soneto de Fidelidade” de Vinicius de Moraes e oferecendo uma rosa vermelha ao Rei. A parte final foi eu fazendo um karaoke com meus alunos com a música “Como é grande o meu amor por você”, mostrando assim a importância do Rei também no meu trabalho de professora de Português língua estrangeira. Mas a Globo, o Faustão, não sei quem, não passou a entrevista de nenhuma das fãs espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, preferiram deixar só a panelinha das celebridades da própria Globo falarem e não passou nenhuma das fãs, como eu, que deram seus testemunhos emocionantes. Foi isso que aconteceu!
Só lamento que a Escola e os alunos vão ficar tristes quando souberem do acontecido e que nem um e-mail, a produção do Faustão mandou se desculpando por ter preferido o depoimento das celebridades que das(dos) verdadeiros(as) fãs do Rei.
Desculpem pelo desabafo e por ter feito vocês assistirem ao programa, muitos achando mesmo que eu iria aparecer, mas eu iria aparecer. Eles gravaram 40 minutos comigo, meus alunos, meu companheiro e todo o meu pequeno museu sobre o Roberto Carlos que eu levei para a Escola.
Até agora eu não recebi nenhum e-mail com um pedido de desculpas ou uma explicação (não para mim), mas pelo menos para a direção da escola, para os alunos, do porquê de nenhum depoimento dos verdadeiros fãs do Rei terem sido mostrados no Domingão.
Obrigada ao meu Amado Rei Roberto Carlos e à equipe maravilhosa do Rei que fazem toda a diferença! Obrigada ao Dody Sirena e a toda a produção do Rei. Vocês sim é que fazem toda a diferença!
Um grande abraço e um feliz 2013 para todos e para as suas respectivas famílias.


Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Deixe o seu comentário

0 comentários :

Enviar um comentário