O que é uma música boa?



Por: Armindo Guimarães
Facebook

Dizem que é preciso ter-se ouvidos para a música. Eu tenho ouvidos mas não sei se eles captam o mesmo som captado por outros ouvidos. Tenho para mim que a composição musical é uma análise do som, tal como na pintura os impressionistas se interessam pela análise da luz.

Daí que sobre a pergunta “O que é uma música boa?", eu diria que é um conceito bastante complicado.

Recuo no tempo, aos fins de 1974, princípios de 1975, quando eu e o meu amigo Lois nos lembramos de convidar um nosso conhecido apreciador de música sinfónica a ouvir aquele que era o maior sucesso de todos os tempos dentro do seu género. Tratava-se de “Journey to the Centre of the Earth” (Viagem ao Centro da Terra), uma ópera rock do multitecladista Rick Wakeman baseada no livro de Julio Verne, gravada ao vivo com a Orquestra Sinfônica de Londres, e o Coral de Câmara Inglês, além de uma banda de rock e um narrador.

O tal nosso conhecido apreciador de música sinfónica, munido de auscultadores, começou por ouvir com agrado a referida obra, enquanto eu e o meu amigo nos mantínhamos na expectativa. Porém, qual não foi o nosso espanto quando, repentina e violentamente, o nosso convidado retira os auscultadores dos ouvidos, exclamando: “Vocês querem conspurcar a minha qualidade auditiva?!”.

Eu e o meu amigo Lois jamais esquecemos a nossa cara de espanto por, sem querer, termos ofendido tão excelsos tímpanos.

E hoje, passados que foram 42 anos, lembrei-me de voltar a correr o mesmo risco, esperando que não sejam muitos aqueles que se importem de conspurcar a sua qualidade auditiva. São só 40 minutos de música. E que música!

Rick Wakeman - Journey to the Centre of the Earth

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Comentários

2 comentários :

  1. Bem me lembro desse trecho musical. Também apreciei muito. Um abraço "patrãozinho".

    ResponderEliminar
  2. Que música fantástica, estou encantada, é muita alma em cada nota, jamais viria a conspurcar a minha qualidade auditiva, bem pelo contrário, está me proporcionando momentos de muita paz.
    Obrigada querido Armindo por nos partilhar esta maravilha!
    Tu és o Cara!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar