RC9 - Os músicos da banda de Roberto Carlos (Dárcio Ract)



A banda do cantor e compositor Roberto Carlos, vulgarmente designada por RC9, é comparável à famosa trilogia de Alexandre Dumas, intitulada “Os três mosqueteiros”.

Os 3M, que na verdade eram 4, estavam ao serviço do rei de França, Luís XIII, e os RC9, que na verdade são 17, estão ao serviço do Rei Roberto Carlos.

Mas enquanto os 3M enfrentavam grandes inimigos como o Cardeal Richelieu e seus guardas, além dos huguenotes e dos ingleses, inimigos da Coroa francesa, os RC9 são o séquito real que aqui e além fronteiras apoiam Sua Majestade que no trono salpicado por uma miríade de luzes banhadas por nevoeiro sebastianista, é aclamado pelos seus súbditos ao som de instrumentos musicais regidos pelo seu cavaleiro-mor.

No âmbito das comemorações do cinquentenário da coroação do Rei, os RC9 foram recentemente trazidos à estampa através do site
http://www.rc50anos.com.br/com com fotos e breves palavras de apresentação. São essas fotos e essas breves palavras sobre cada um dos 17 elementos que compõem a banda RC9 que aqui reproduzimos com a devida vénia como reconhecimento por tudo quanto têm feito em prol de Roberto Carlos e dos seus fãs.

Alguns dos elementos já foram alvo de enredos fictícios produzidos pelo autor destas linhas, pelo que se aproveitará para também incluir alguns excertos de tais episódios.

A ideia era publicar este trabalho num só documento, porém, isso iria tornar o artigo demasiado extenso e como tal não muito prático para os estimados leitores. Por isso, decidimos dividi-lo por cada elemento do RC9, sendo que em todos manteremos o presente texto.
--------------------------

Primeiro, em 1964, foram chamados de RC Trio tendo o próprio RC na guitarra, Dedé Marquez na bateria e Bruno no contrabaixo. Roberto Carlos passou a ser só o cantor surgindo então o RC 4 com a entrada de Wanderley no piano e Gato na guitarra. Daí entraram os sopros... e o resto é história. Nos dias de hoje é chamada de RC 9. Com vocês: os músicos que acompanham Roberto Carlos!


------------------------

DÁRCIO RACT - Baixo


Darcio abraçou a música quando tinha apenas 8 anos de idade. Contra a vontade da família caiu na estrada pela primeira vez aos 14 tocando com Sergio Reis, Os Vips e muitos outros. Ainda menino, assistindo Roberto Carlos no Programa Jovem Guarda se pegou imaginando "ainda toco com ele..." Demorou um pouco mas em 1993 convidado pelo maestro Eduardo Lages e pelo baterista Norival D´Angelo ingressou no RC 9 onde permanece até hoje.

------------------------------

NOTA PRÉVIA:

A matéria que a seguir publicamos, trata-se de bate-papos onde Dárcio interveio. Para melhor se entender o sentido das suas intervenções, incluímos, também, os diálogos imediatamente anteriores e/ou posteriores.


- XXV Bate-papo entre Roberto e eu - RC e sua equipa desvendando o mistério sobre a verdade da mentira

7 de Maio de 2008, quarta-feira, 11,07h

.....................................................


EDUARDO, de mansinho, retomando a conversa sobre o assunto que preocupa Roberto: - Roberto, você me desculpe, mas não tô vendo onde está o problema de o Mindo ter postado as análises que você fez aos comentários dos fãs.

DÁRCIO, falando para Norival: - Norival, afinal o portuga existe! Eheheheheh

ROBERTO, zangado: - Quem foi que se riu agora? O caso não é pra rir, mora!
………………………………….

EDUARDO, numa de oportunismo: - Roberto, se você quiser eu pego aí no celular e vou falando com o Mindo, enquanto você dá uma olhada aí nas folhas.

ROBERTO, dando risada mordaz: - Eheheheheh Edu, essa aí não pega, não! Você queria era aproveitar pra estar aí num alto bate-papo com o Mindo, né? Eu não preciso dar uma olhada no que já li, viu? Eu só quero é que aqui todo o pessoal me diga se tenho ou não razão quando digo que essa sua ideia de dizer pro Mindo publicar no bate-papo minhas análises aos comentários dos fãs, é motivo de eles agora terem certeza do que antes apenas duvidavam. De 6 comentários postados até hoje ao 24º. Bate-papo, todos eles possuem teor categórico quanto à veracidade dos bate-papos. Senão, vejamos: a Cármen Augusta, de Sorocaba, São Paulo, escreveu: “Meu amigo Armindo, que belo papo! Fiquei contente e emocionada em ser citada nele. Imagine o Roberto perguntando: Quem é a Guta? Nossa, só mesmo numa ficção tão bem bolada como essa! Mindo, você é mesmo um gajo do carago! Um grande abraço”.
Pessoal! Analisem bem só esta frase da Guta: “Fiquei contente e emocionada em ser citada nele.”
Tá na cara, né!? É lógico que se Guta não tivesse certeza que nossos bate-papos com o Mindo são verdadeiros, não iria ficar contente e emocionada. Não é preciso ser muito inteligente pra topar isso, gente!

DÁRCIO, intrigado, pergunta: - Roberto, me diga uma coisa: Essa Guta…

AURINO, intervindo sobre o assunto: - Eu entendo que…

DÁRCIO, aborrecido pelo facto do Aurino ter interrompido o seu argumento: - Olhe aí, Aurino! Então eu tava argumentando sobre o assunto e você me interrompe?

AURINO, contrapondo: - Dárcio, acontece que eu…

ROBERTO, intervindo: - Aurino, se deixes de coisas, mora! Deixe Dárcio terminar seu raciocínio, e depois fala a seguir, tá?

DÁRCIO, prosseguindo com a sua intervenção: - Eu tava perguntando a Roberto se a Guta também é portuga.

ROBERTO, intrigado pela pergunta, responde: - Dárcio, a que propósito você se lembrou dessa?

DÁRCIO, explicando: - É que a Guta nesse comentário falou à portuga, dizendo: “Mindo, você é mesmo um gajo do carago!”. Isso aí dá pra desconfiar, Roberto. Ela sendo portuga, o Mindo não se conteve e foi dizer pra ela toda verdade. Esta minha dedução foi bem bolada e aí eu mereço os parabéns por ter desvendado o enigma, né?

ROBERTO, nos limites da sua paciência: - Dárcio! Por favor, bicho! Não complique mais as coisas, tá legal? Cê não sabe que esse cara do Mindo contagia todo mundo com seus ditos, mora!? Olhe aí, o Edu! Olhe aí, seu netinho Enrico! Olhe aí, sua filha, Camille, mãe de Enrico! Olhe aí, Erasmo! Olhe aí, tantos mais!
……………………………………


A SEGUIR:

DEDÉ MARQUEZ - Percussão

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Compartilhar Google Plus
    Comentários

5 comentários :

  1. Ola Mindo! sem duvida estàs a fazer uma homengem lindissima aos musicos da banda RC9.E como eu jà disse aqui mas nao apareceu eles sao todos fas como eu dos teus bate papos e eles gostariam com certeza ter mais oportunidades so que o patrao da banda està sempre atento e à escuta para que tu nao os venhas perturbar no trabalho porque ele sabe bem que para isso tu és perfeixionista.Mas eu tenho a certeza que ainda lhe vais armar outra ratueira qualquer dia.Abraços

    ResponderEliminar
  2. Oi Mindo!

    Parabéns por essa série de postagens que você vem fazendo, homenageando os excelentes músicos da orquestra do Roberto.

    O cantor pode ser magnífico, mas só funciona se houver a participação dos múscos que muitas vezes não são reconhecidos diante um trabalho tão perfeito e harmonioso nesse conjunto musical e essencial na vida de um cantor.

    Nota dez ou melhor a nota máxima por esta espetacular homenagem aos músicos da RC9.

    Beijos e abraços!

    Mazé Silva

    ResponderEliminar
  3. Olá, Manel!

    eheheheheh

    Ri-me com o teu comentário, pá!

    Eu só estou é à espera do próximo telefonema do Roberto. Imagino o que ele me vai dizer por eu estar a publicar estes artigos sobre a sua banda. eheheheheh

    Vai ser do baril!

    :)

    Abração

    ResponderEliminar
  4. Oi, Mazezinha!

    Obrigado pelas palavras.

    Na verdade, os músicos da banda do nosso mais que tudo são de extrema importância nos seus shows e muitas vezes a gente esquece isso.

    Os artigos que estão a ser publicados sobre eles não são nada comparando com o que sobre cada um deles haveria de ser dito. Porém, como sabes, eu sou um leigo na matéria e por isso tive que me basear na pesquisa da pouquíssima informação que sobre eles existe.

    Se pudesse entrevistaria todos eles. Era o delírio! eheheheh

    Beijos e abraços

    ResponderEliminar
  5. Olá Armindo
    Está o máximo!
    É uma bela homenagem e uma forma excelente, de dar a conhecer a todos ,quem são os músicos da banda de Roberto Carlos!
    Se continuares assim, o próximo a receber o Óscar de Ouro para melhor guião, vais ser tu!:)
    Abraços
    Miriam

    ResponderEliminar